Vivendo Pela Palavra

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

Home Escritura A Pregação do Evangelho- John Owen

A Pregação do Evangelho- John Owen

E-mail Imprimir PDF

A PREGAÇÃO DO EVANGELHO – JOHN OWEN

vivendopelapalavra.com

Revisão e versos acrescentados (RA) por: Helio Clemente

As Escrituras às vezes sugerem que a salvação é geralmente oferecida a todos, se simplesmente crerem. Esse pensamento leva à conclusão de que Cristo deve ter morrido por todos. É verdade que a fé e a salvação estão sempre ligadas nas Escrituras. Aquele que crer, será salvo. Mas isso não significa outra coisa, senão que todos os crentes serão certamente salvos.

Não pode significar que Deus pretendia salvar a todos, se todos cressem, porque:

- Deus não oferece, de fato, vida eterna a todos os homens. A maior parte da humanidade jamais ouviu o evangelho.

- Os mandamentos gerais de Deus não nos dizem quais seriam Suas intenções particulares. Num sentido geral, Seu mandamento é que os homens lhe obedeçam. Mas, por exemplo, no caso de Faraó, em particular, as intenções de Deus eram diferentes de seus mandamentos, pois Ele endurecia o coração de Faraó (Êxodo 4:21) ao mesmo tempo que lhe ordenava que obedecesse a Ele.

Êxodo 4,21: “Disse o SENHOR a Moisés: Quando voltares ao Egito, vê que faças diante de Faraó todos os milagres que te hei posto na mão; mas eu lhe endurecerei o coração, para que não deixe ir o povo”.

- A promessa do evangelho ensina realmente que há uma conexão indestrutível entre fé e salvação. Mas isto não significa que Deus intenta que todos creiam e se arrependam, caso contrário, qual é, então, o propósito da eleição divina? Se Ele pretendesse salvar a todos, por que eleger somente alguns? E, de qualquer maneira, se Ele pretendia salvar a todos, por que falhou no Seu propósito?

Não adianta argumentar que Ele falhou porque os homens não iriam crer; Deus certamente sabia de antemão que eles não iriam crer; por que, então, pretender aquilo que Ele sabia que não poderia realizar?

- Além disso, o fato de que crentes e incrédulos vivem misturados uns com os outros, e de que o pregador não pode dizer com certeza quais são e quais não são os eleitos de Deus, significa que ele precisa pregar a todos de modo geral. Isto não significa que a promessa do evangelho é feita a todos em geral, mas simplesmente que ela é declarada a todos em geral.

Uma vez que Cristo é recebido apenas pela fé, e visto que a fé é o dom de Deus para aquele a quem Ele quer dar, é claro que Ele não tem como propósito a salvação daqueles a quem Ele não dá a fé.

Efésios 2,8: “Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus”.

 

Aviso

Somos um site cristão, em conformidade com os padrões reformados, não concordamos obrigatoriamente com as opiniões emitidas nos livros postados, todavia, sabemos que um cristianismo saudável somente pode ser exercido através do conhecimento. Desta forma, sigamos o conselho do apóstolo: "Julgai todas as coisas, retende o que é bom". Louvado seja Deus!

  • Temos para download 717 Livros
  • Este site tem um total de 1653 itens publicados em Artigos

Adicionar aos Favoritos

Adicione aos Favoritos!

Estatísticas

vivendopelapalavra.com
Na internet desde Outubro/2011
Total de visitas até outubro de 2017:
934.835
Total de páginas visitadas até setembro/2017:
2.405.646

Assista Também