Vivendo Pela Palavra

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

OS OFÍCIOS DE CRISTO

E-mail

OS OFÍCIOS DE CRISTO – PROFETA, REI E SACERDOTE

Por: Helio Clemente

Calvino – Institutas, Livro II: “Com efeito é preciso notar que o título Cristo diz respeito a estes três ofícios, pois sabemos que, sob a lei, foram ungidos com o óleo sagrado os profetas, os sacerdotes e os reis, respectivamente. Do que também foi imposto ao Mediador prometido o ilustre nome de “Messias”. Mas, embora eu reconheça haver Cristo sido chamado Messias com especial consideração e em razão do reino, entretanto, como também mostrei em outro lugar, a unção profética e a unção sacerdotal conservam sua importância, e nem devem ser desprezadas”.

 

PECADO, NÃO PECADOR

E-mail

PECADO, NÃO PECADOR

Por: Helio Clemente

 

Jesus se fez pecado em lugar dos pecadores, de forma que seu sacrifício tivesse validade judicial, mas pessoalmente ele jamais cometeu pecado, sua obediência, tanto ativa como passiva, foi perfeita e ele satisfez toda Lei de Deus em lugar dos pecadores escolhidos para a salvação. Nota-se aqui, mais uma vez, a perfeita interação entre as pessoas da Trindade, Jesus foi feito pecado pelo Pai, mas ele mesmo também se fez pecado em lugar dos eleitos de Deus, apesar de jamais ter cometido um pecado sequer.

 

YAHWEH ou Jesus Cristo

E-mail

YAHWEH OU JESUS CRISTO?

Por: Helio Clemente

 

Veja abaixo alguns versos do Velho Testamento onde Jesus se apresenta como sendo YAHWEH.

O Filho é eterno e é verdadeiramente Deus. Todos os versos abaixo dizem respeito ao Verbo, ou seja, ao Cristo como mediador no Velho Testamento:

SENHOR = YAHWEH = O SENHOR dos exércitos = Cristo

 

Agostinho - A Cidade de Deus vol. I

E-mail

Para fugir ao tédio resultante da inação pus-me há tempos a ler o De Civitate Dei de Santo Agostinho. Comecei por curiosidade, continuei com alegria e prazer — e à medida que ia avançando na leitura, de mim se ia apoderando tal deslumbramento pela beleza da forma, pelo vigor da expressão, pela variedade e profundidade dos assuntos na obra tratados, que me decidi a traduzi-la, tanto mais que não há, que eu saiba, versão portuguesa do livro.

 

 

Agostinho - A Cidade de Deus vol. II

E-mail

CAPÍTULO I
A que ponto chegou a questão e que é que falta para tratar.
A respeito dos deuses, há quem julgue que uns são bons e outros maus. M as também há quem , fazendo deles o melhor conceito, lhes atribua honra e glória tais que não se atreve a pensar que haja algum deus mau. Mas os que afirmaram que havia deuses bons e deuses maus, também aos demônios deram o nome de deuses; e às vezes, embora raramente, também deram o nome de demônios aos deuses — reconhecendo que o próprio Júpiter, de quem eles fazem o rei e chefe dos outros deuses, foi alcunhado de demônio por Homero.

 

 


Página 1 de 3

Aviso

Somos um site cristão, em conformidade com os padrões reformados, não concordamos obrigatoriamente com as opiniões emitidas nos livros postados, todavia, sabemos que um cristianismo saudável somente pode ser exercido através do conhecimento. Desta forma, sigamos o conselho do apóstolo: "Julgai todas as coisas, retende o que é bom". Louvado seja Deus!

  • Temos para download 709 Livros
  • Este site tem um total de 1643 itens publicados em Artigos

Adicionar aos Favoritos

Adicione aos Favoritos!

Estatísticas

vivendopelapalavra.com
Na internet desde Outubro/2011
Total de visitas até setembro de 2017:
913.513
Total de páginas visitadas até setembro/2017:
2.354.011