Vivendo Pela Palavra

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

Home Livros Apócrifos - A Vingança do Salvador

Apócrifos - A Vingança do Salvador

E-mail Imprimir PDF

Apócrifos

A Vingança do Salvador

 

Capítulo 1

Nos dias do imperador Tibério César, sendo Herodes tetrarca, sob o domínio de Pôncio Pilatos, Cristo foi entregue pelos judeus e declarado inocente por Tibério.

Por aqueles dias, estava Tito de chefe de estado, sob as ordens de Tibério, na região de Equitânia, em uma cidade da Líbia chamada Burgidalla. Sabe-se que Tito tinha uma chaga na parte direita do nariz, originada, diz-se, por um câncer, que tomava seu rosto desfeito até o olho.

Capítulo 2

Naquele tempo saiu da Judéia um homem chamado Natan, filho de Naum. Este era um ismaelita que ia de região em região e de mar em mar, por todos os confins da terra. Natan vinha como enviado da Judéia ao imperador Tibério, sendo portador de um tratado que haviam feito com a cidade de Roma. Note-se que Tibério estava doente, cheio de úlceras, febres malignas e tinha nove tipos de lepra.

Capítulo 3

Natan tinha a intenção de dirigir-se a Roma, mas soprou o vento do norte e mudou sua rota, fazendo com que ele chegasse a um porto da Líbia. Tito, que viu a nave chegar, soube que vinha da Judéia. E todos encheram-se de admiração e concordaram que nunca haviam visto nenhuma embarcação chegar ali em semelhantes condições.

Capítulo 4

Então Tito fez com que o chefe da nave fosse chamado e perguntou-lhe quem era. Ele respondeu: "Eu sou Natan, filho de Naum, de origem ismaelita, e vivo na Judéia sob o domínio de Pôncio Pilatos. Agora sou enviado a Tibério, imperador romano, com o objetivo de colocar em suas mãos um tratado proposto pela Judéia. Mas um forte vento jogou-se sobre o mar, e eis-me aqui numa região para mim desconhecida".

Capítulo 5

E Tito disse: "Se porventura fores capaz de encontrar algum medicamento, seja de misturas ou de ervas, que sirva para curar-me a ferida que, como vês, tenho no rosto, de maneira que eu possa sarar e recuperar minha antiga saúde, cobrir-te-ia de favores".

Capítulo 6

Natan respondeu: "Senhor, eu, de minha parte, não sei nem conheço coisas semelhantes a essas que me indicas. Não obstante, se estivesses estado há algum tempo em Jerusalém, ali terias encontrado um profeta eleito, cujo nome era Emmanuel (pois Ele há de salvar o povo dos seus pecados). Ele operou seu primeiro milagre em Canaã da Galiléia, convertendo a água em vinho; e com sua palavra limpou os leprosos, fez o demônio fugir, ressuscitou três mortos, libertou uma mulher surpreendida em adultério, condenada pelos judeus a ser lapidada, e a uma outra mulher chamada Verônica, que sofria de hemorragias desde os seus onze anos e que se aproximou dele por trás, tocando a fímbria de suas vestes, curou-a também; e com cinco pães e dois peixes saciou a cinco mil homens, sem contar mulheres e crianças, ficando doze cestos de vime de sobras. Todas estas e muitas outras aconteceram antes de sua paixão. Depois de sua ressurreição vimo-lo com o mesmo corpo que antes havia tido".

Capítulo 7

Então Tito disse: "Como ressuscitou de entre os mortos? Então Ele esteve morto"? Natan respondeu: "Sem dúvida alguma morreu; foi dependurado numa cruz e depois de morto dependurado dela; esteve três dias no sepulcro; depois ressuscitou de entre os mortos e baixou aos infernos, onde libertou os patriarcas, profetas e a todo humano com descendência; depois apareceu aos seus discípulos e partilhou a refeição com eles; e, finalmente, viram-No subir ao céu. De maneira que é verdade tudo o quanto venho dizendo-lhes. Eu mesmo O vi com meus próprios olhos, bem como a casa inteira de Israel". Então Tito exclamou: "Ai de ti, imperador Tibério, cheio de úlceras e cercado de lepra, por haveres cometido um tal escândalo durante o teu reinado; por haveres promulgado algumas leis na Judéia, terra natal de Nosso Senhor Jesus Cristo, as quais serviram para prender o rei e matar o governador dos povos, sem que O fizessem vir até nós para que limpasse de ti a lepra e a mim me curasse de minha doença. Porque se isto houvesse acontecido diante de meus olhos, com minhas próprias mãos teria dado a morte aos corpos daqueles judeus e os teria pendurado num pedaço de pau por terem acabado com o meu Senhor sem que meus olhos fossem dignos de ver o seu rosto".

Capítulo 8

E, no mesmo instante em que pronunciou essas palavras, a ferida do rosto de Tito desapareceu, deixando sua carne e seu rosto novamente curados, E todos os doentes que ali estavam recuperaram a saúde naquele mesmo momento, E Tito, junto com todos eles, ex-clamou aos brados: "Meu rei e meu Deus, já que Tu me curas-te sem que jamais O houvesse visto, manda-me ir navegando sobre as águas até a terra onde nasceste para que eu Te vingue dos teus inimigos; ajuda-me, Senhor, para que eu possa eliminá-los e vingar a tua morte; Tu, Senhor, os entregarás em minhas mãos".

Capítulo 9

E, dizendo isto, mandou que o batizassem, para o que chamaram Natan e ele disse-lhe: "Como viste serem batizados aqueles que acreditavam em Cristo, vem e batiza-me em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo, absolve-me, pois creio firmemente em Nosso Senhor Jesus Cristo com todo o meu coração e com toda a minha alma, porque não há nenhum outro em nenhuma parte da terra que me tenha criado e que me tenha curado".

E dito isto, enviou legados a Vespasiano para avisá-lo que viesse o mais rapidamente possível com os indivíduos mais fortes dispostos para a guerra.

Capítulo 10

Então Vespasiano tomou para si cinco mil homens armados e foi ter com Tito. E, ao chegar à Líbia, disse-lhe: "A que se deve o fato de me haveres feito vir até aqui"? Ele respondeu: "Hás de saber que Jesus veio a este mundo e nasceu na Judéia, num lugar chamado Belém; que os judeus entregaram-no e que foi flagelado e crucificado no monte Calvário, e que, finalmente, manifestou-se aos seus discípulos e eles acreditaram Nele. Nós, de nossa parte, queremos nos tornar discípulos seus. Agora, então, marchemos e eliminemos os seus inimigos da superfície da terra para que se dêem conta de que não há quem se assemelhe a Nosso Senhor em toda a face da terra".

Capítulo 11

Assim, então, tomada a resolução, saíram da Líbia e embarcaram rumo a Jerusalém. Aí chegando, sitiaram o reino dos judeus e começaram a provocar a sua ruína. Quando os reis dos judeus tomaram conhecimento do que faziam e da devastação da terra, o medo apoderou-se deles e ficaram consternados. E Arquelao, deixando-se levar pela comoção em suas palavras, assim falou a seu filho: "Olha, filho, encarrega-te de meu reino e da sua administração; além disso, ouve o conselho dos demais reis que estão na terra de Judá, de maneira que possas escapar de nossos inimigos". E, dizendo isso, desembainhou sua espada e jogou-se sobre ela; depois vergou a espada mais penetrante que possuía, fundiu-a em seu corpo e morreu.

Capítulo 12

Então seu filho aliou-se aos outros reis que estavam sob as suas ordens. E, depois de deliberar entre si, dirigiram-se todos para o centro de Jerusalém, na companhia dos nobres que haviam assistido ao conselho, e ali permaneceram durante sete anos.

Capítulo 13

Tito e Vespasiano, por seu lado, tomaram a determinação de sitiar a cidade. E assim fizeram. Passados os sete anos, o problema da fome agravou-se muito e, forçados pela falta de pão, começaram a comer a terra.

Capítulo 14

Então todos os soldados pertencentes aos quatro reis reuniram-se e decidiram: "De qualquer maneira nós vamos morrer. Que nos fará Deus? E de que nos adianta continuar vivendo, se os romanos vieram para apoderar-se de nossa terra e de nossa nação? Será melhor que tiremos nossas próprias vidas, para que os romanos não possam dizer que foram eles que nos mataram e nos derrotaram", E, então, tiraram suas espadas e feriram-se, morrendo entre eles doze mil homens.

Capítulo 15

E assim, por causa dos cadáveres daqueles mortos, produziu-se um grande mal cheiro na cidade. Os reis foram tomados por um pânico mortal e não puderam agüentar o odor deles, nem dar-lhes sepultura, nem atirá-los fora da cidade. E disseram entre si: "Que havemos de fazer? Na verdade nós matamos Cristo, mas já fomos, de nossa parte, entregues à morte. Separemo-nos de nossas cabeças e entreguemos as chaves da cidade aos romanos, pois Deus já nos atirou nas mãos da morte". E ato seguido subiram nas muralhas da cidade e puseram-se a gritar, dizendo aos berros: "Tito e Vespasiano, tomai as chaves da cidade que o Messias, chamado Cristo, acaba de entregar-lhes".

Capítulo 16

E assim dizendo entregaram-se a Tito e Vespasiano, exclamando: 'Julgai-nos, pois vamos morrer, já que julgamos o Cristo e o entregamos sem nenhuma razão". Então Tito e Vespasiano os aprisionaram. Depois lapidaram alguns e penduraram outros na cruz, com os pés para cima e a cabeça para baixo, e feriram-nos a golpes de lança; mas outros puseram à venda e outros tantos repartiram entre si, em quatro partes, como eles haviam feito com as vestes do Senhor. E disseram: "Eles venderam Cristo por trinta moedas de prata; vendamos da mesma forma trinta deles por um só dinheiro". E assim o fizeram. Depois apoderaram-se de todas as terras da Judéia e de Jerusalém.

Capítulo 17

Fizeram então uma investigação sobre o retrato da face do Senhor, sobre como poderiam encontrá-lo. E ouviram dizer que estava em poder de uma mulher chamada Verônica. Depois detiveram Pilatos e meteram-no na cadeia, onde haveria de ser custodiado por quatro pelotões de soldados, quatro de cada vez, postados à porta da prisão.

Capítulo 18

Ato seguido enviaram seus legados a Tibério, imperador de Roma, para que os enviasse a Velosiano. E o imperador lhe disse: "Leva contigo tudo que seja necessário para que te faças ao mar e navegues até a Judéia em busca de algum discípulo daquele que se chamava Cristo e Senhor, de maneira que ele venha até mim e em nome de Deus cure-me da lepra e das doenças que duramente me acometem e de minhas chagas, pois estou muito abatido. Além disso, contra os reis de Judá, submetidos ao meu império, manda teus açoites e terríveis instrumentos de tortura, pois mataram Jesus Cristo Nosso Senhor, e condena-os à morte. E se encontrares um homem capaz de livrar-me desta doença, acreditarei em Cristo, Filho de Deus, e far-me-ei batizar também em seu nome." Velosiano disse: "Senhor imperador, se eu encontrar um homem capaz de ajudar-nos e libertar-nos, que recompensa devo prometer-lhe?" Tibério disse: "Que sem dúvida alguma terá em suas mãos a metade do império".

Capítulo 19

Então Velosiano partiu imediatamente, subiu no barco, levantou âncora e fez-se ao mar. A viagem marítima durou oito dias, em cujo prazo chegou a Jerusalém. Imediatamente citou alguns dos judeus para que se apresentassem diante dele e ordenou uma diligente investigação sobre o que havia sido feito com Jesus Cristo.

Capítulo 20

Então José de Arimatéia e Nicodemus apresentaram-se simultaneamente. Este último disse: "Eu tive ocasião de vê-lo e estou seguro de que Ele é o Salvador do mundo". José, por sua vez, disse-lhe: "Eu baixei-O da cruz e coloquei-O num sepulcro novo, escavado na rocha. Razão pela qual os judeus levaram-me preso sexta-feira à tarde. E no Sábado seguinte, enquanto estava orando, a casa ficou suspensa pelos seus quatro ângulos e vi Nosso Senhor Jesus Cristo como um relâmpago de luz, e consternado, caí por terra. E ouvi uma voz que me dizia: 'Olhai-me, pois eu sou Jesus, aquele cujo corpo tu sepultaste em teu próprio sepulcro'. Eu lhe disse: 'Mostra-me o sepulcro onde eu O coloquei'. Então Jesus tomou-me pela mão com sua direita e levou-me ao lugar onde eu O havia sepultado."

Capítulo 21

Veio também uma mulher chamada Verônica e disse-lhe: "Eu, de minha parte, toquei-lhe a fimbria das vestes no meio da multidão, pois fazia já doze anos que padecia de hemorragias, e no mesmo instante ele me curou".

Capítulo 22

Então Velosiano disse a Pilatos: "E tu, ímpio e cruel, por que mataste o Filho de Deus"? Mas ele respondeu: "Acontece que o seu povo e seus pontífices Anás e Caifás mo entregaram." E Velosiano respondeu: "Ímpio e desalmado, és digno de uma pena cruel". E com isto mandou-o de volta à prisão.

Capítulo 23

Finalmente, Velosiano pôs-se a procurar a pintura da face do Senhor. Disseram-lhe todos os presentes: "Certa mulher chamada Verônica tem a face do Senhor em sua casa". Imediatamente ordenou que ela fosse levada diante dele e disse-lhe: "Tu tens em casa a face do Senhor"? Mas ele disse que não. Então Velosiano ordenou que a torturassem até que ela mostrasse a face do Senhor. Finalmente, sem outro remédio, ela disse: "Eu a tenho, meu senhor, envolta em um pano limpo e todos os dias rendo-lhe homenagem". Velosiano disse: "Dize-me onde está". Ela então mostrou-lhe a face do Senhor. Velosiano, no momento em que a viu, prostrou-se por terra; em seguida tomou-a em suas mãos com o coração aberto e uma límpida fé e envolveu-a num lenço de ouro e assim mesmo colocou-a num estojo que selou com seu dedo. Depois formulou um juramento nos seguintes termos: "Vive o Senhor Deus e pela saúde de César; nenhum homem sobre a superfície da terra a verá mais até que eu veja o rosto do meu senhor Tibério".

Capítulo 24

Depois de haver dito estas palavras, os nobres mais proeminentes de Jerusalém pegaram Pilatos para levá-lo até o porto. Velosiano, por sua vez, pegou a face do Senhor com todos os seus discípulos e todos os seus tributos e no mesmo dia fizeram-se todos ao mar.

Capítulo 25

Então Verônica deixou todos os seus bens por amor a Cristo e seguiu Velosiano. Este disse-lhe: "Mulher, que queres, que buscas"? Ela respondeu: "Eu busco a face de Nosso Senhor Jesus Cristo, que me iluminou, não por meus méritos, senão por sua santa piedade. Devolve-me a face de meu Senhor Jesus Cristo, pois estou morrendo por este piedoso anseio. E se não me devolveres, não a perderei de vista até ver onde irás pô-la; e saiba que eu, miserável como ninguém, servi-lo-ei todos os dias da minha vida, pois estou persuadida de que meu Redentor em pessoa vive para sempre".

Capítulo 26

Então Velosiano mandou que Verônica fosse levada consigo até a embarcação. E, levantando âncora, empreendeu a navegação em nome do Senhor e todos fizeram-se ao mar. Mas Tito e Vespasiano subiram até a Judéia para vingar todas as nações daquela terra. E, passados os dias, Velosiano chegou a Roma e deixou sua embarcação no rio chamado Tibre, entrando em seguida na cidade. Imediatamente enviou seu mensageiro a Tibério, para que ele tomasse conhecimento de sua feliz chegada.

Capítulo 27

Quando o imperador ouviu o mensageiro de Velosiano, alegrou-se imensamente e ordenou que visse ter à sua presença. Assim que chegou, falou-lhe: "Velosiano, como foi a viagem e o que encontraste na terra da Judéia sobre Cristo e seus discípulos? Aponta-me, rogo-te, aquele que irá curar-me de minha doença, de maneira em que fique limpo desta lepra que tenho em cima de meu corpo, e no mesmo momento entregarei a ti e a ele todo o meu império".

Capítulo 28

E Velosiano disse: "Senhor meu imperador, encontrei na Judéia teus servos Tito e Vespasiano, tementes a Deus, os quais viram-se limpos de todas as suas chagas e doenças. Averigüei também que Tito fez pendurar todos os reis e chefes da Judéia: Anás e Caifás foram lapidados, Arquelao matou-se com sua própria lança, e a Pilatos deixei-o preso em Damasco, encerrado na prisão, sob segura vigilância. Apesar de tudo, fiz investigações sobre Jesus, a quem os judeus barbaramente atacaram, armados de espadas e paus e depois crucificaram; Ele havia vindo para libertar-nos e iluminar-nos, e eles O penduraram numa cruz. E José de Arimatéia e Nicodemus levaram uma mistura de mirra e aloé, numa quantidade de umas cem libras, para ungir o corpo de Cristo; eles O baixaram da cruz e O colocaram num sepulcro novo. Mas ao terceiro dia com toda a certeza ressuscitou de entre os mortos e deixou-se ver por seus discípulos com o mesmo corpo com o qual havia nascido. Finalmente, ao final de quarenta dias, viram-No subir aos céus. Além disso. Jesus fez muitos outros milagres antes e depois da sua paixão. O primeiro foi transformar a água em vinho; depois ressuscitou os mortos, limpou os leprosos, deu visão aos cegos, curou os entrevados, exorcizou os demônios, deu audição aos surdos e fala aos mudos; a Lázaro, morto já havia quatro dias, ressuscitou-o do sepulcro; Verônica, que vinha sofrendo de hemorragias durante doze anos, curou-se somente ao tocar-lhe as vestes.

Capítulo 29

"Então agradou ao Senhor nos céus que aquele Filho de Deus, enviado a este mundo como o primogênito a ser morto na terra, enviasse um anjo seu, e enviou Tito e Vespasiano, aos quais conheci nesse mesmo lugar onde está o teu trono. E agradou ao Senhor onipotente que partissem para a Judéia e Jerusalém e que prendessem os teus súditos e os submetessem a um julgamento parecido com aquele ao qual submeteram Jesus quando O prenderam e O amarraram.

Capítulo 30

"E depois Vespasiano disse: 'Que havemos de fazer com os remanescentes'? Tito respondeu: Eles dependuraram Nosso Senhor em um madeiro verde e O feriram com uma lança; penduremo-los da mesma forma, nós a eles, numa madeira seca e perfuremos seus corpos com urna lança'. E assim fizeram. Então Vespasiano disse: 'E que haveremos de fazer dos remanescentes'? Tito respondeu: Eles pegaram a túnica de Nosso Senhor Jesus Cristo e dela fizeram quatro partes; peguemos nós também, a eles e dividamo-los em quatro partes: urna para ti, outra para mim, outra para teus homens e uma última para meus ser-vos'. E assim fizeram. E Vespasiano disse: 'Dos remanescentes, que vamos haveremos de fazer'? Tito respondeu: 'Aqueles judeus venderam Nosso Senhor por trinta moedas de prata: vendamos, então, nós a trinta deles por uma só moeda'. Depois prenderam Pilatos e o entregaram a mim; meti-o numa prisão em Damasco para que fosse custodiado por quatro pelotões de soldados, quatro de cada vez.

Capítulo 31

"Depois fizeram diligentes pesquisas para encontrar a face do Senhor, e encontraram uma mulher, chamada Verônica, que possuía a mencionada efígie."

Capítulo 32

Então o imperador Tibério disse a Velosiano: "Como a conservas"? Este respondeu: "Tenho-a envolta numa capa e colocada num pano de ouro". Tibério disse: "Traze-a e descobre-a diante dos meus olhos para que eu a adore sobre o chão, caindo por terra de joelhos". Então Velosiano estendeu seu manto e o pano de ouro onde estava o lenço gravado com a face do Senhor, e o imperador Tibério pôde vê-la. Este, no instante seguinte, adorou a efígie do Senhor com o coração puro, e sua carne ficou limpa tal qual a de uma criança. E todos os cegos, leprosos, coxos, mudos, surdos e aleijados de várias doenças, que estavam ali presentes, foram recuperando a saúde e ficaram sadios e limpos.

Capítulo 33

Porém o imperador Tibério, ajoelhado e com a cabeça baixa, considerando aquela frase: "Bem-aventurado o ventre que Te gerou, os peitos que Te amamentaram", gemeu e disse ao Senhor entre lágrimas: "Deus do céu e da terra, não permitas que eu peque, mas sim confirma minha alma e meu corpo e coloca-os em teu reino, pois confio sempre no teu nome: livra-me de todos os males assim como livraste os três meninos do forno de fogo ardente".

Capítulo 34

Depois o imperador Tibério disse a Velosiano: "Velosiano, viste algum daqueles homens que poderiam ter contemplado Cristo"? Velosiano respondeu: "Sim, eu O vi", O imperador acrescentou: "E perguntaste como batizavam aos que acreditavam em Cristo"? Então Velosiano disse: "Aqui, meu senhor, temos um dos discípulos do próprio Cristo", Assim, então, mandou que chamassem Natan para que viesse à sua presença, E Natan veio e batizou-o em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo, amém, Depois o imperador Tibério, restabelecido já de todas as doenças, subiu ao seu trono e disse: "& Bendito, Senhor onipotente e louvável, que me livraste do laço da morte e me limpaste de todas as minhas iniqüidades, pois cometi, ó Senhor, muitos pecados na tua presença e não sou digno de contemplar o teu rosto", Então o imperador Tibério foi completamente instruído sobre todos os artigos da fé.

Capítulo 35

Que o mesmo Deus Onipotente, que é rei dos reis e senhor dos que dominam, proteja-nos em sua fé, defenda-nos, livre-nos de todo mal e perigo e, finalmente, digne-se levar-nos até a vida eterna uma vez terminada a vida temporal, E que seja bendito por todos os séculos dos séculos, Amém.

 

DOWNLOAD

Comentarios (0)Add Comment

Escreva seu Comentario

busy
 

Aviso

Somos um site cristão, em conformidade com os padrões reformados, não concordamos obrigatoriamente com as opiniões emitidas nos livros postados, todavia, sabemos que um cristianismo saudável somente pode ser exercido através do conhecimento. Desta forma, sigamos o conselho do apóstolo: "Julgai todas as coisas, retende o que é bom". Louvado seja Deus!

  • Temos para download 725 Livros
  • Este site tem um total de 1661 itens publicados em Artigos

Adicionar aos Favoritos

Adicione aos Favoritos!

Estatísticas

vivendopelapalavra.com
Na internet desde Outubro/2011
Total de visitas até novembro de 2017:
956.241
Total de páginas visitadas até novembro/2017:
2.466.387