Vivendo Pela Palavra

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

Home Livros EVANGELHO E MISSÕES - HELIO

EVANGELHO E MISSÕES - HELIO

E-mail Imprimir PDF

vivendopelapalavra.com

Por: Helio Clemente

 

Assisti recentemente a uma palestra de um missionário famoso, ele esteve na África e estava muito orgulhoso de seus feitos. Durante a palestra, para cada vez que ele disse o nome de Jesus ele falou “eu fiz”, “eu salvei”, “eu trouxe para a igreja” pelo menos meia dúzia de vezes; é certo que não devemos fazer julgamentos hipócritas, mas com certeza devemos fazer o julgamento de hipócritas.

Mateus 7,21-23: “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres? então, lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniquidade”.

 

Esta pessoa terá problemas sérios em sua vida, apesar de sua religiosidade e dedicação. Seu caminho está completamente desviado, pois Jesus é o caminho e a vida, e não a igreja e seus missionários, que devem se limitar a pregar a Palavra, confiando na operação do Espírito para a conversão.

 

Neste verso, a seguir, que traz uma mensagem profética, Jesus ensina que todas as obras realizadas pelo homem, em nada contribuem para sua própria salvação e nem para a salvação de outras pessoas, somente Cristo é o caminho, a verdade e a vida.

João 14,6: “Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim”.

Este missionário famoso se esqueceu, ou não quis se lembrar, que o ministro religioso tem uma única função: Pregar a Palavra. Quem convence, quem recusa, quem salva, quem, condena é somente Deus, ninguém mais detém o poder de salvação, nenhuma igreja, nenhum ministro religioso, nenhum homem realiza do milagre da salvação, somente Deus conhece seus eleitos e a hora em que serão chamados.

Pode-se ver claramente nos evangelhos, que ninguém conhece a Deus e obedece a Ele mais que os demônios. A defesa dos eleitos não serão suas obras ou obediência, mas a justiça imputada de Jesus Cristo, todos são pecadores e somente serão salvos pela justiça que há em Cristo. Não basta reconhecer Jesus como Senhor, ele é também o Salvador, não basta reconhecer como Salvador, ele é também o Senhor.

Já foi abordado, por diversas vezes, nestes estudos, que as obras são consequência da salvação, frutos da justificação e não a razão para a salvação, isso é o evangelho e está perfeitamente explicado na Carta aos Romanos nos versos abaixo.

Romanos 3,20-24: “Visto que ninguém será justificado diante dele por obras da lei, em razão de que pela lei vem o pleno conhecimento do pecado. Mas agora, sem lei, se manifestou a justiça de Deus testemunhada pela lei e pelos profetas; justiça de Deus mediante a fé em Jesus Cristo, para todos e sobre todos os que crêem; porque não há distinção, pois todos pecaram e carecem da glória de Deus, sendo justificados gratuitamente, por sua graça, mediante a redenção que há em Cristo Jesus”.

John W. Robbins: “Os crentes têm a salvação, nós possuímos a vida eterna no primeiro momento da fé, e o dom da salvação é irrevogável”.


Download do Livro

Comentarios (0)Add Comment

Escreva seu Comentario

busy
Última atualização em Qua, 17 de Outubro de 2012 06:37  

Aviso

Somos um site cristão, em conformidade com os padrões reformados, não concordamos obrigatoriamente com as opiniões emitidas nos livros postados, todavia, sabemos que um cristianismo saudável somente pode ser exercido através do conhecimento. Desta forma, sigamos o conselho do apóstolo: "Julgai todas as coisas, retende o que é bom". Louvado seja Deus!

  • Temos para download 717 Livros
  • Este site tem um total de 1653 itens publicados em Artigos

Adicionar aos Favoritos

Adicione aos Favoritos!

Estatísticas

vivendopelapalavra.com
Na internet desde Outubro/2011
Total de visitas até outubro de 2017:
934.835
Total de páginas visitadas até setembro/2017:
2.405.646