Vivendo Pela Palavra

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

Home Palestras Haverá Grau de Recompensa no Céu?

Haverá Grau de Recompensa no Céu?

E-mail Imprimir PDF

Haverá Grau de Recompensa no Céu?

A grande maioria das pessoas acredita que uma vida piedosa e de alto padrão moral leva a receber recompensas na vida do porvir, muitos acreditam que são justos e merecem uma posição de destaque no céu.

Aqueles que estão hoje em uma posição de líderes, ministros ou mestres religiosos acreditam firmemente que após esta vida terão posição de destaque e liderança no céu.

Será que isto tem fundamento bíblico ou é apenas fruto da mente humana?

Mateus 20,1-10: “Porque o reino dos céus é semelhante a um dono de casa que saiu de madrugada para assalariar trabalhadores para a sua vinha. E, tendo ajustado com os trabalhadores a um denário por dia, mandou-os para a vinha.

Saindo pela terceira hora, viu, na praça, outros que estavam desocupados e disse-lhes: Ide vós também para a vinha, e vos darei o que for justo. Eles foram.

Tendo saído outra vez, perto da hora sexta e da nona, procedeu da mesma forma, e, saindo por volta da hora undécima, encontrou outros que estavam desocupados e perguntou-lhes: Por que estivestes aqui desocupados o dia todo? Responderam-lhe: Porque ninguém nos contratou. Então, lhes disse ele: Ide também vós para a vinha.

Ao cair da tarde, disse o senhor da vinha ao seu administrador: Chama os trabalhadores e paga-lhes o salário, começando pelos últimos, indo até aos primeiros. Vindo os da hora undécima, recebeu cada um deles um denário. Ao chegarem os primeiros, pensaram que receberiam mais; porém também estes receberam um denário cada um”.

Haverá grau de recompensa no céu? Essa é uma pergunta sobre a qual tenho sido inquirido várias vezes.

Muitos crentes se julgam tão piedosos e justos que acreditam que ocuparão posição de destaque na vida do porvir, mas, o que diz a bíblia?

O ensino da Bíblia é claro quanto ao inferno: Haverá grau de punição no inferno porque existe grau de impiedade, conforme podemos constatar no evangelho de Mateus.

Mateus 11,21-22: “Ai de ti, Corazim! Ai de ti, Betsaida! Porque, se em Tiro e em Sidom se tivessem operado os milagres que em vós se fizeram, há muito que elas se teriam arrependido com pano de saco e cinza. E, contudo, vos digo: no Dia do Juízo, haverá menos rigor para Tiro e Sidom do que para vós outras”.

Mas não existe grau de santidade, nem existe grau de justiça e não existe grau de recompensa no céu, pois todos são salvos pela justiça de um.

Vejamos primeiramente a queda, como se processou a queda? Por um só homem entrou o pecado no mundo.

Romanos 5,12: “Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram”.

Muito bem, podemos ver que a queda de toda a humanidade se processou através do ato de um só homem.

Da mesma forma, a salvação dos filhos de Deus acontece por meio da obediência de um só homem, que realizou pelo povo eleito o que Adão não havia sido capaz e por meio de um só ato de justiça propiciou definitivamente a ira de Deus, recebendo o castigo devido no lugar de seu povo.

A aquisição da redenção é fruto do trabalho de uma só pessoa, Jesus Cristo, o Verbo de Deus encarnado, perfeito Deus e perfeito homem, o único mediador entre Deus e o homem.

Romanos 5,19: “Porque, como, pela desobediência de um só homem, muitos se tornaram pecadores, assim também, por meio da obediência de um só, muitos se tornarão justos”.

Desta forma, a justiça pela qual todos os pecadores eleitos são salvos é a justiça de um: a justiça de Cristo. Não existe no homem mérito algum que o leve à salvação, somente a justiça de Cristo é imputada de forma absolutamente igual a todos os cristãos salvos.

Na vida do porvir, o crente mais humilde, o missionário que morreu em nome de Cristo e o pregador mais brilhante estarão lado a lado, exatamente iguais perante Deus e perante todos os salvos e contemplarão a face de Deus na mesma condição de santidade, felicidade e perfeição ao lado de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Romanos 5,18: “Pois assim como, por uma só ofensa, veio o juízo sobre todos os homens para condenação, assim também, por um só ato de justiça, veio a graça sobre todos os homens para a justificação que dá vida”.

Considere essas questões:

1 - Se existe grau de recompensa, ou perda de recompensa no céu, como podem todos os salvos possuir todas as bênçãos espirituais em Cristo?

Efésios 1,3: “Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos tem abençoado com toda sorte de bênção espiritual nas regiões celestiais em Cristo”.

2 – Se existe grau de recompensa no céu, como podem os eleitos de Deus
serem co-herdeiros com Cristo?

Romanos 8,17: “Ora, se somos filhos, somos também herdeiros, herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo; se com ele sofremos, também com ele seremos glorificados”.

3 - Todo crente é herdeiro da glória do céu pela graça de Deus em Cristo, todos foram feitos idôneos por herança, o doador é Cristo, ninguém mais tem nada para doar.

Colossences 1,12: “Dando graças ao Pai, que vos fez idôneos à parte que vos cabe da herança dos santos na luz”.

4 - O que um homem jamais fez que mereça recompensa divina, criando uma obrigação para Deus e tornando Deus o seu devedor? Onde está escrito isto?

Quem afirma sua justiça e mérito próprios para se considerar melhor que seu irmão em Cristo certamente não recebeu ainda a justificação e a graça de Deus, e nesta situação, não terá parte na herança dos filhos de Deus no mundo do porvir, pense ele o que quiser.

Efésios 1,4-5: “Assim como nos escolheu nele antes da fundação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis perante ele; e em amor nos predestinou para ele, para a adoção de filhos, por meio de Jesus Cristo, segundo o beneplácito de sua vontade”.

No céu todos os cristãos serão irmãos em Cristo. Podemos ver no verso acima que a adoção dos cristãos depende de duas coisas: O meio pelo qual serão adotados e a escolha para a adoção.

1 – O meio e Cristo: “Por meio de Jesus Cristo”.

2 – O vontade da escolha é de Deus: “Segundo o beneplácito de sua vontade”.

Onde mais estaria escrito que a adoção depende da escolha do homem. Que bebê jamais escolheu os seus pais? Que bebê jamais escolheu condições para seu nascimento?

Porque os religiosos aceitam com tranquilidade as condições impostas do nascimento natural e pretender interferir no seu nascimento espiritual?

Mateus 23,8: “Vós, porém, não sereis chamados mestres, porque um só é vosso Mestre, e vós todos sois irmãos”.

Conclusão: Todo aquele que se considera melhor ou mais justo que seu irmão em
Cristo, terá, de fato, uma posição destacada após a morte, mas não no céu.

Comentarios (0)Add Comment

Escreva seu Comentario

busy
 

Aviso

Somos um site cristão, em conformidade com os padrões reformados, não concordamos obrigatoriamente com as opiniões emitidas nos livros postados, todavia, sabemos que um cristianismo saudável somente pode ser exercido através do conhecimento. Desta forma, sigamos o conselho do apóstolo: "Julgai todas as coisas, retende o que é bom". Louvado seja Deus!

  • Temos para download 713 Livros
  • Este site tem um total de 1649 itens publicados em Artigos

Adicionar aos Favoritos

Adicione aos Favoritos!

Estatísticas

vivendopelapalavra.com
Na internet desde Outubro/2011
Total de visitas até outubro de 2017:
934.835
Total de páginas visitadas até setembro/2017:
2.405.646