Aviso

Somos um site cristão, em conformidade com os padrões reformados, não concordamos obrigatoriamente com as opiniões emitidas nos livros postados, todavia, sabemos que um cristianismo saudável somente pode ser exercido através do conhecimento. Desta forma, sigamos o conselho do apóstolo: “Julgai todas as coisas, retende o que é bom”. Louvado seja Deus!

ESTATÍSTICAS

vivendopelapalavra.com
Na internet desde Outubro/2011
Total de visitas até janeiro de 2018:
1.057.273
Total de páginas visitadas até janeiro 2018:
2.747.755

Mais Baixados

Cristologia

A CRUCIFICAÇÃO – CRONOLOGIA

A CRONOLOGIA DA CRUCIFICAÇÃO

Evento Mateus 27,33-56 Marcos 15,22-41 Lucas 23,33-49 João 19,17-30
Foi levado para o lugar chamado Gólgota. 33 E, chegando a um lugar chamado Gólgota, que significa Lugar da Caveira, 22 E levaram Jesus para o Gólgota, que quer dizer Lugar da Caveira. 33 Quando chegaram ao lugar chamado Calvário, ali o crucificaram, bem como aos malfeitores, um à direita, outro à esquerda. 17 Tomaram eles, pois, a Jesus; e ele próprio, carregando a sua cruz, saiu para o lugar chamado Calvário, Gólgota em hebraico,
Primeiras palavras de Cristo:     34 Contudo, Jesus dizia: Pai, perdoa-os, porque não sabem o que fazem.  
Vinho com fel ou mirra. 34 Deram-lhe a beber vinho com fel; mas ele, provando-o, não o quis beber. 23 Deram-lhe a beber vinho com mirra; ele, porém, não tomou. 36 Igualmente os soldados o escarneciam e, aproximando-se, trouxeram-lhe vinagre, dizendo:  
Divisão das roupas.                         Palavras escritas sobre a cruz. 35 Depois de o crucificarem, repartiram entre si as suas vestes, tirando a sorte. 36 E, assentados ali, o guardavam.         37 Por cima da sua cabeça puseram escrita a sua acusação: ESTE É JESUS, O REI DOS JUDEUS. 24 Então, o crucificaram e repartiram entre si as vestes dele, lançando-lhes sorte, para ver o que levaria cada um. 25  Era a hora terceira quando o crucificaram.       26 E, por cima, estava, em epígrafe, a sua acusação: O REI DOS JUDEUS. Então, repartindo as vestes dele, lançaram sortes.                 38 Também sobre ele estava esta epígrafe em letras gregas, romanas e hebraicas: ESTE É O REI DOS JUDEUS. 24 Disseram, pois, uns aos outros: Não a rasguemos, mas lancemos sortes sobre ela para ver a quem caberá—para se cumprir a Escritura: Repartiram entre si as minhas vestes e sobre a minha túnica lançaram sortes. Assim, pois, o fizeram os soldados.   19 Pilatos escreveu também um título e o colocou no cimo da cruz; o que estava escrito era: JESUS NAZARENO, O REI DOS JUDEUS.
Palavras sobre a cruz em hebraico, latim e grego.         O que disse Pilatos aos judeus.       20 Muitos judeus leram este título, porque o lugar em que Jesus fora crucificado era perto da cidade; e estava escrito em hebraico, latim e grego.   21 Os principais sacerdotes diziam a Pilatos: Não escrevas: Rei dos judeus, e sim que ele disse: Sou o rei dos judeus. 22 Respondeu Pilatos: O que escrevi escrevi.
Ladrões à esquerda e direita. 38 E foram crucificados com ele dois ladrões, um à sua direita, e outro à sua esquerda. 27 Com ele crucificaram dois ladrões, um à sua direita, e outro à sua esquerda.    
Insultos.                                                     O bom e o mau ladrão.         39 Os que iam passando blasfemavam dele, meneando a cabeça e dizendo: 40 Ó tu que destróis o santuário e em três dias o reedificas! Salva-te a ti mesmo, se és Filho de Deus, e desce da cruz! 42 Salvou os outros, a si mesmo não pode salvar-se. É rei de Israel! Desça da cruz, e creremos nele. 43 Confiou em Deus; pois venha livrá-lo agora, se, de fato, lhe quer bem; porque disse: Sou Filho de Deus.     44 E os mesmos impropérios lhe diziam também os ladrões que haviam sido crucificados com ele. 29 Os que iam passando, blasfemavam dele, meneando a cabeça e dizendo: Ah! Tu que destróis o santuário e, em três dias, o reedificas! 30 Salva-te a ti mesmo, descendo da cruz! 31 De igual modo, os principais sacerdotes com os escribas, escarnecendo, entre si diziam: Salvou os outros, a si mesmo não pode salvar-se; 32 desça agora da cruz o Cristo, o rei de Israel, para que vejamos e creiamos.   32…Também os que com ele foram crucificados o insultavam. 35 O povo estava ali e a tudo observava. Também as autoridades zombavam e diziam: Salvou os outros; a si mesmo se salve, se é, de fato, o Cristo de Deus, o escolhido. 37 Se tu és o rei dos judeus, salva-te a ti mesmo.                             39 Um dos malfeitores crucificados blasfemava contra ele, dizendo: Não és tu o Cristo? Salva-te a ti mesmo e a nós também. 40 Respondendo-lhe, porém, o outro, repreendeu-o, dizendo: Nem ao menos temes a Deus, estando sob igual sentença? 41 Nós, na verdade, com justiça, porque recebemos o castigo que os nossos atos merecem; mas este nenhum mal fez. 42 E acrescentou: Jesus, lembra-te de mim quando vieres no teu reino.    
Segundas palavras de Cristo:     43 Jesus lhe respondeu: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no paraíso.  
Hora sexta. 45 Desde a hora sexta até à hora nona, houve trevas sobre toda a terra. 33 Chegada a hora sexta, houve trevas sobre toda a terra até a hora nona. 44 Já era quase a hora sexta, e, escurecendo-se o sol, houve trevas sobre toda a terra até à hora nona.  
Terceiras palavras de Cristo: 46 Por volta da hora nona, clamou Jesus em alta voz, dizendo: Eli, Eli, lamá sabactâni? O que quer dizer: Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?   Ver Salmo 22 abaixo. 34 À hora nona, clamou Jesus em alta voz: Eloí, Eloí, lamá sabactâni? Que quer dizer: Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?   Ver Salmo 22 abaixo.    
Chamando por Elias? 47 E alguns dos que ali estavam, ouvindo isto, diziam: Ele chama por Elias. 35 Alguns dos que ali estavam, ouvindo isto, diziam: Vede, chama por Elias!    
Vinagre. 48 E, logo, um deles correu a buscar uma esponja e, tendo-a embebido de vinagre e colocado na ponta de um caniço, deu-lhe a beber. 36 E um deles correu a embeber uma esponja em vinagre e, pondo-a na ponta de um caniço, deu-lhe de beber,   29 Estava ali um vaso cheio de vinagre. Embeberam de vinagre uma esponja e, fixando-a num caniço de hissopo, lha chegaram à boca.
Três mulheres paradas em frente à cruz.     Quartas palavras de Cristo:              25 E junto à cruz estavam a mãe de Jesus, a irmã dela, Maria, mulher de Cleopas, e Maria Madalena. 26 Vendo Jesus sua mãe e junto a ela o discípulo amado, disse: Mulher, eis aí teu filho. 27 Depois, disse ao discípulo: Eis aí tua mãe. Dessa hora em diante, o discípulo a tomou para casa.
Quintas palavras de Cristo:       28 Depois, vendo Jesus que tudo já estava consumado, para se cumprir a Escritura, disse: Tenho sede!
Sextas palvras de Cristo:       30 Quando, pois, Jesus tomou o vinagre, disse: Está consumado!
Sétimas palavras de Cristo:     46 Então, Jesus clamou em alta voz: Pai, nas tuas mãos entrego o meu espírito!  
A morte de Jesus 50 E Jesus, clamando outra vez com grande voz, entregou o espírito. 37 Mas Jesus, dando um grande brado, expirou. 46…E, dito isto, expirou. 30…E, inclinando a cabeça, rendeu o espírito.
Rasgou-se o véu do santuário.   Tremeu a terra 51 Eis que o véu do santuário se rasgou em duas partes 51…tremeu a terra, fenderam-se as rochas; 38 E o véu do santuário rasgou-se em duas partes, de alto a baixo.  45 E rasgou-se pelo meio o véu do santuário.    
Tumbas abertas 52 abriram-se os sepulcros, e muitos corpos de santos, que dormiam ressuscitaram.      
Palavras do centurião 54 O centurião e os que com ele guardavam a Jesus, vendo o terremoto e tudo o que se passava, ficaram possuídos de grande temor e disseram: Verdadeiramente este era Filho de Deus. 39 O centurião que estava em frente dele, vendo que assim expirara, disse: Verdadeiramente, este homem era o Filho de Deus. 47 Vendo o centurião o que tinha acontecido, deu glória a Deus, dizendo: Verdadeiramente, este homem era justo.  
Mulheres olhando à distância 55 Estavam ali muitas mulheres, observando de longe; eram as que vinham seguindo a Jesus desde a Galiléia, para o servirem; 56 entre elas estavam Maria Madalena, Maria, mãe de Tiago e de José, e a mulher de Zebedeu. 40 Estavam também ali algumas mulheres, observando de longe; entre elas, Maria Madalena, Maria, mãe de Tiago, o menor, e de José, e Salomé; 41 as quais, quando Jesus estava na Galiléia, o acompanhavam e serviam; e, além destas, muitas outras que haviam subido com ele para Jerusalém. 48 E todas as multidões reunidas para este espetáculo, vendo o que havia acontecido, retiraram-se a lamentar, batendo nos peitos. 49 Entretanto, todos os conhecidos de Jesus e as mulheres que o tinham seguido desde a Galiléia permaneceram a contemplar de longe estas coisas.  

Original: Christian Apologetics and Research Ministry – CARM.

Tradução e adaptação: Helio Clemente.

 Bíblia versão Almeida – RA.

SALMO 22:

(De Davi – Data aproximada: ano 1.000 A.C.)

1- Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste?

6- Mas eu sou verme e não homem; opróbrio dos homens e desprezado do povo.

7- Todos os que me vêem zombam de mim; afrouxam os lábios e meneiam a cabeça:

8- Confiou no SENHOR! Livre-o ele; salve-o, pois nele tem prazer.

9- Contudo, tu és quem me fez nascer; e me preservaste, estando eu ainda ao seio de minha mãe.

10- A ti me entreguei desde o meu nascimento; desde o ventre de minha mãe, tu és meu Deus.

16- Cães me cercam; uma súcia de malfeitores me rodeia; traspassaram-me as mãos e os pés.

17- Posso contar todos os meus ossos; eles me estão olhando e encarando em mim.

18- Repartem entre si as minhas vestes e sobre a minha túnica deitam sortes.

23- Vós que temeis o SENHOR, louvai-o;

24- Pois não desprezou, nem abominou a dor do aflito, nem ocultou dele o rosto, mas o ouviu;

25- Cumprirei os meus votos na presença dos que o temem.

26- Viva para sempre o vosso coração.

27- Lembrar-se-ão do SENHOR e a ele se converterão os confins da terra; perante ele se prostrarão todas as famílias das nações.

28- Pois do SENHOR é o reino, é ele quem governa as nações.

29- Todos os que descem ao pó se prostrarão perante ele

30- A posteridade o servirá; falar-se-á do Senhor (Jesus Cristo) à geração vindoura.

31- Hão de vir anunciar a justiça dele; ao povo que há de nascer, contarão que foi ele quem o fez.

Sobre o autor

Hélio Clemente

Meu nome é Helio Clemente: Tenho 72 anos, sou engenheiro, brasileiro, divorciado, graduado pela USP em 1967. Não defendo ou divulgo nenhuma denominação em particular, cristianismo é somente o evangelho, e o evangelho é toda a Escritura, desde o Gênesis até o Apocalipse.

comente

Clique aqui para enviar um comentário