Aviso

Somos um site cristão, em conformidade com os padrões reformados, não concordamos obrigatoriamente com as opiniões emitidas nos livros postados, todavia, sabemos que um cristianismo saudável somente pode ser exercido através do conhecimento. Desta forma, sigamos o conselho do apóstolo: “Julgai todas as coisas, retende o que é bom”. Louvado seja Deus!

ESTATÍSTICAS

vivendopelapalavra.com
Na internet desde Outubro/2011
Total de visitas até setembro de 2018:
1.031.328
Total de páginas visitadas até setembro 2018:
2.632.612

Mais Baixados

Teológicos

A DOUTRINA BÍBLICA DA TRINDADE – Benjamin B. Warfield

1. O TERMO “TRINDADE”
A expressão “Trindade” não é uma expressão bíblica, nem usamos linguagem bíblica quando definimos o que ela expressa como sendo a doutrina de que há um só Deus verdadeiro, mas que na unidade da Divindade existem três Pessoas co-eternas e co-iguais, iguais em substância, mas distintas em subsistência. Uma doutrina assim definida só pode ser considerada como doutrina bíblica, desde que aceitemos que o sentido da Escritura é também Escritura.
E a definição de uma doutrina bíblica, em linguagem tão alheia à Bíblia, só se pode justificar se aceitarmos o princípio de que é melhor conservar a verdade das Escrituras do que as palavras das Escrituras. A doutrina da Trindade está, sem solução, nas Escrituras: ao se cristalizar dos seus solventes, não deixa de ser bíblica, mas surge mais claramente. Ou, para não falar em linguagem figurada, a doutrina da Trindade é nos apresentada nas Escrituras, não numa definição formulada, mas em alusões fragmentárias; quando reunimos os disjecta membra na sua unidade orgânica, não estamos abandonando as Escrituras, mas estamos, sim, entrando mais completamente no significado dessas Escrituras. Podemos apresentar a doutrina em termos técnicos, provida pela reflexão filosófica; mas a doutrina apresentada é uma doutrina
genuinamente bíblica.

Sobre o autor

Hélio Clemente

Meu nome é Helio Clemente: Tenho 72 anos, sou engenheiro, brasileiro, divorciado, graduado pela USP em 1967. Não defendo ou divulgo nenhuma denominação em particular, cristianismo é somente o evangelho, e o evangelho é toda a Escritura, desde o Gênesis até o Apocalipse.

comente

Clique aqui para enviar um comentário