Aviso

Somos um site cristão, em conformidade com os padrões reformados, não concordamos obrigatoriamente com as opiniões emitidas nos livros postados, todavia, sabemos que um cristianismo saudável somente pode ser exercido através do conhecimento. Desta forma, sigamos o conselho do apóstolo: “Julgai todas as coisas, retende o que é bom”. Louvado seja Deus!

ESTATÍSTICAS

vivendopelapalavra.com
Na internet desde Outubro/2011
Total de visitas até maio de 2019:
1.086.374
Total de páginas visitadas até maio 2019:
2.895.104

Mais Baixados

Doutrina

A ETERNIDADE DOS TORMENTOS NO INFERNO – J. EDWARDS

“Estes irão para o castigo eterno” Mt 25:46.

Neste capítulo temos a mais singular descrição do dia do juízo de toda a Bíblia. Aqui Cristo declara que, futuramente, quando Ele se assentar no trono de Sua glória, o justo e o ímpio serão postos perante Ele e separados uns dos outros, assim como o pastor separa as ovelhas dos bodes (cf. Mt 25:3132).
Em seguida temos um relato de como ambos serão julgados segundo as suas obras: como as boas obras de um e as más obras de outro serão repassadas, e como a sentença será anunciada de acordo com elas. Somos informados de qual será a sentença de cada um, e então temos uma descrição da execução da sentença de ambos. Nas palavras do texto está o relato da execução da sentença do imoral ou ímpio, e concernente a esta, tenho por objetivo observar duas coisas.
Primeiro, a duração do castigo no qual é dito que eles entrarão: este é chamado castigo eterno.
Segundo, o momento da entrada deles neste castigo eterno. A saber, após o dia do julgamento, quando todas as coisas que são passageiras tiverem chegado ao fim, e até mesmo aquelas que são as mais duradouras a estrutura do próprio mundo, a terra da qual é dito que permaneceria para sempre, as antigas montanhas e eternas colinas, o sol, a lua e as estrelas. Quando os céus envelhecerem como um vestido e como roupas forem trocados (cf. Sl 102:2526), aí será o momento em que o perverso entrará em seu castigo.

Sobre o autor

Hélio Clemente

Meu nome é Helio Clemente: Tenho 72 anos, sou engenheiro, brasileiro, divorciado, graduado pela USP em 1967. Não defendo ou divulgo nenhuma denominação em particular, cristianismo é somente o evangelho, e o evangelho é toda a Escritura, desde o Gênesis até o Apocalipse.

comente

Clique aqui para enviar um comentário