Aviso

Somos um site cristão, em conformidade com os padrões reformados, não concordamos obrigatoriamente com as opiniões emitidas nos livros postados, todavia, sabemos que um cristianismo saudável somente pode ser exercido através do conhecimento. Desta forma, sigamos o conselho do apóstolo: “Julgai todas as coisas, retende o que é bom”. Louvado seja Deus!

ESTATÍSTICAS

vivendopelapalavra.com
Na internet desde Outubro/2011
Total de visitas até novembro de 2018:
1.040.321
Total de páginas visitadas até novembro 2018:
2.664.026

Mais Baixados

Teológicos

A EVANGELIZAÇÃO E A SOBERANIA DE DEUS – J. I. PACKER

Prefácio
O texto a seguir inspirou-se em uma palestra, ministrada por ocasião da conferência Pré-missionária da irzter-faculty Christinn Unioiz, de Londres em 24 de Outubro de 1959. E ela está sendo reproduzida na esperança de ser útil para um maior número de pessoas. A origem e a natureza prática do tema explicam seu estilo homilético.
Para evitar maus entendidos quanto ao seu propósito gostaria, antes de mais nada, de dizer a que ele não veio.
Não se trata de um plano de ação evangelística para nossos dias, ainda que ele destaque princípios relevantes para se traçar algum tipo de estratégia evangelística.
Também não se trata de alguma contribuição para a polêmica atual, em torno dos métodos evangelísticos modernos, embora sejam estabelecidos princípios relevantes para orientar este tipo de polêmica.
Nem tão pouco se trata de uma crítica aos princípios evangelísticos de qualquer pessoa ou pessoas em particular, embora forneça princípios relevantes para avaliação de todas as atividades evangelísticas.
Mas do que se trata, afinal? Trata-se de um pequeno ensaio bíblico e teológico, que pretende esclarecer a relação entre três realidades: a soberania de Deus, a responsabilidade do homem e o dever evangelístico do cristão. E é a última destas que representa o tema propriamente dito; a soberania divina e a responsabilidade humana serão discutidas somente na medida em que estão associadas à evangelização. O objetivo do discurso é refutar a suspeita (que, ao que parece, é extremamente atual em certos meios) de que a confiança na soberania absoluta de Deus impeça o completo reconhecimento e aceitação da responsabilidade evangelística, e mostrar que, pelo contrário, somente esta convicção pode dar aos cristãos a força que precisam, para cumprir sua tarefa evangelística.
Ninguém deve achar, ainda, que todos os pontos por mim tratados aqui, tenham qualquer intenção de negar um tipo de “ortodoxia da Inter-varsity Fellowship”.’ Os limites da “ortodoxia Inter-varsity Fellowship” já se encontram muito bem explicitados nas bases doutrinárias da Associação. Fora destes limites, os membros da Associação devem ter toda a liberdade para, parafraseando John Wesley, “pensar e deixar pensar”, pois não há qualquer opinião acerca de qualquer assunto que possa ser considerado como se fosse a única coisa permissível. Quanto ao assunto a ser tratado daqui em diante, é possível que alguns dos membros da Associação pensem de forma diferente da do autor. Semelhantemente, porém, todo escritor tem o direito de ter opiniões próprias e não se pode esperar que ele as esconda, quando as considerar bíblicas, relevantes e (estritamente) edificantes.

J.I.Packer

Sobre o autor

Hélio Clemente

Meu nome é Helio Clemente: Tenho 72 anos, sou engenheiro, brasileiro, divorciado, graduado pela USP em 1967. Não defendo ou divulgo nenhuma denominação em particular, cristianismo é somente o evangelho, e o evangelho é toda a Escritura, desde o Gênesis até o Apocalipse.

comente

Clique aqui para enviar um comentário