Aviso

Somos um site cristão, em conformidade com os padrões reformados, não concordamos obrigatoriamente com as opiniões emitidas nos livros postados, todavia, sabemos que um cristianismo saudável somente pode ser exercido através do conhecimento. Desta forma, sigamos o conselho do apóstolo: “Julgai todas as coisas, retende o que é bom”. Louvado seja Deus!

ESTATÍSTICAS

vivendopelapalavra.com
Na internet desde Outubro/2011
Total de visitas até março de 2019:
1.066.209
Total de páginas visitadas até março 2019:
2.789.891

Mais Baixados

Doutrina da salvação

A JUSTIFICAÇÃO PELA FÉ SOMENTE

Para aqueles que consideram a doutrina da justificação pela fé somente como uma entre tantas doutrinas bíblicas.

CALVINO – INSTITUTAS, LIVRO III:

DA JUSTIFICAÇÃO PELA FÉ, E, PRIMEIRAMENTE, DA PRÓPRIA DEFINIÇÃO DO TERMO E DA MATÉRIA: Portanto, agora importa discutir esta doutrina exaustivamente; e eis por que se impõe discuti-la, para que nos lembremos de que este é o ponto principal sobre o qual a religião se sustém, razão por que devemos devotar-lhe maior atenção e cuidado.

Martinho Lutero:

Martinho Lutero definia o artigo da justificação somente pela fé como sendo o artigo que determina se uma igreja está de pé ou caindo. Em sua carta a Erasmo ele diz que: “Este (a justificação pela fé) é o gonzo sobre o qual todas as outras coisas giram”.

O APÓSTOLO PAULO:

Romanos 3,23-24: “Pois todos pecaram e carecem da glória de Deus, sendo justificados gratuitamente, por sua graça, mediante a redenção que há em Cristo Jesus”.

AGOSTINHO – CONFISSÕES:

E assim como a luz que ilumina difere da luz refletida, a sabedoria criada difere da sabedoria não criada; e a justiça justificante difere da justiça nascida da justificação.

Esta declaração de Agostinho é voltada para aqueles que pretendem se justificar com a sua justiça própria. Ora, a justiça do cristão provém unicamente da justificação, como, pois, conseguiríamos méritos para sermos justificados pela justiça que proveio da justificação? Este é, de fato, um argumento circular que deve ser descartado sem a menor consideração.

Sobre o autor

Hélio Clemente

Meu nome é Helio Clemente: Tenho 72 anos, sou engenheiro, brasileiro, divorciado, graduado pela USP em 1967. Não defendo ou divulgo nenhuma denominação em particular, cristianismo é somente o evangelho, e o evangelho é toda a Escritura, desde o Gênesis até o Apocalipse.

comente

Clique aqui para enviar um comentário