Aviso

Somos um site cristão, em conformidade com os padrões reformados, não concordamos obrigatoriamente com as opiniões emitidas nos livros postados, todavia, sabemos que um cristianismo saudável somente pode ser exercido através do conhecimento. Desta forma, sigamos o conselho do apóstolo: “Julgai todas as coisas, retende o que é bom”. Louvado seja Deus!

ESTATÍSTICAS

vivendopelapalavra.com
Na internet desde Outubro/2011
Total de visitas até março de 2019:
1.066.209
Total de páginas visitadas até março 2019:
2.789.891

Mais Baixados

Apocalipse

A MENSAGEM DO APOCALIPSE – Michael Wilcock

Prefácio do Autor
O último livro da Bíblia desperta na maioria de seus leitores um sentimento de amor e ódio. O Apocalipse está cheio de mistérios, tanto no sentido moderno da palavra como no sentido bíblico em particular e, como todos os mistérios, o livro tanto repele como atrai o leitor. Muitos de meus amigos, em minha congregação, já clamaram, exasperados, “Não consigo entender uma só palavra!” Outros, curiosos, disseram, “Quero tentar entender!” Diante dessas reações, e de um estudo anterior que eu havia feito sobre profecias, e de hilariantes recordações de minhas prévias incursões pelo Apocalipse (indo muito além dos mui freqüentados, se bem que superficialmente, capítulos 2 e 3), realizamos uma série de estudos, em nossa congregação, nas reuniões de meio de semana.
Qualquer que tenha sido o aproveitamento que alguns tenham tido com aqueles estudos sobre o Apocalipse, o que mais impressionou o dirigente foi a inconsistência do conteúdo. Reavivou-se em mim a plena consciência de que, mesmo depois daquelas semanas de estudos exaustivos, “o profundo insondável estava por ser explorado”. Tínhamos começado a penetrar em águas onde, até então, a maioria de nós conseguira apenas tangenciar. Agora, porém, eu percebia que o mínimo que se poderia fazer face a tal profundidade seria tentar aprender a nadar.
O presente trabalho é o resultado dessa tentativa. É possível que esta versão escrita apresente algumas modificações em relação à exposição original, realizada à viva voz, e que seja mais teórica, mais “livresca” do que algumas das outras contribuições à série “A Bíblia Fala Hoje”, pela simples razão de ter que tratar — sem grandes pretensões de erudição — de problemas pertencentes mais ao contexto didático da exposição bíblica do que ao púlpito. Tentei apresentar, por outro lado, uma qualidade que resplandece em todas as páginas do Apocalipse, relacionada mais com o púlpito, pois deve integrar a experiência viva da Igreja: o apelo à imaginação. As verdades do Apocalipse são destinadas a serem absorvidas pelas mentes. No entanto, são verdades apresentadas em uma turbulenta procissão de símbolos que envolvem música, cor, textura, e até o sentido do gosto e do olfato. É relevante que o nosso intelecto esteja preso à Palavra de Deus. Mas quantos cristãos já tiveram as suas imaginações acionadas visando a um serviço a Cristo? Por isso, creio que uma renovada apreciação da grande visão de João não deixará de produzir frutos.
MICHAEL WILCOCK

 

Sobre o autor

Hélio Clemente

Meu nome é Helio Clemente: Tenho 72 anos, sou engenheiro, brasileiro, divorciado, graduado pela USP em 1967. Não defendo ou divulgo nenhuma denominação em particular, cristianismo é somente o evangelho, e o evangelho é toda a Escritura, desde o Gênesis até o Apocalipse.

comente

Clique aqui para enviar um comentário