Aviso

Somos um site cristão, em conformidade com os padrões reformados, não concordamos obrigatoriamente com as opiniões emitidas nos livros postados, todavia, sabemos que um cristianismo saudável somente pode ser exercido através do conhecimento. Desta forma, sigamos o conselho do apóstolo: “Julgai todas as coisas, retende o que é bom”. Louvado seja Deus!

ESTATÍSTICAS

vivendopelapalavra.com
Na internet desde Outubro/2011
Total de visitas até julho de 2020:
1.277.431
Total de páginas visitadas até julho de 2020:
3.924.272

Mais baixados

Doutrina da salvação

A ORIGEM DA SALVAÇÃO

A origem da salvação

vivendopelapalavra.com

Por: Helio Clemente

 

A salvação do homem tem sua origem na graça de Deus, a graça é uma das qualidades e atributos de Deus, que consiste na aplicação de sua misericórdia, de forma livre e voluntária, aos homens pecadores que não merecem este favor.

A graça de Deus age conjuntamente com todas as suas qualidades e atribuições, e principalmente em adição à sua justiça, sendo que, enquanto sua justiça não é plena e cabalmente cumprida, sua misericórdia fica retida.

A santidade de Deus provêm do equilíbrio de suas qualidades, que são todas igualmente perfeitas, e uma delas, jamais pode se sobrepor à outra, o que é impossível para a natureza divina, que mantém eternamente o perfeito equilíbrio entre todas as qualidades e atributos que lhe são próprios.

Cristo como mediador entre Deus e o homem, é também o mediador entre a justiça e a misericórdia divinas, desta forma, Cristo é o representante vivo da graça de Deus.

Romanos 16,24: “A graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja com todos vós. Amém!”.

A graça de Deus também pode ser referida à operação do Espírito Santo na obra de redenção, o Espírito é o aplicador da graça na justificação e regeneração do crente.

Hebreus 10,29: “De quanto mais severo castigo julgais vós será considerado digno aquele que calcou aos pés o Filho de Deus, e profanou o sangue da aliança com o qual foi santificado, e ultrajou o Espírito da graça?”.

O que vemos na bíblia é que, sem a graça de Deus, os homens permanecem cegos, mesmo que milagres e portentos inimagináveis tenham sido manifestos diante deles.

Deuteronômio 29,2-4: “Chamou Moisés a todo o Israel e disse-lhe: Tendes visto tudo quanto o SENHOR fez na terra do Egito, perante vós, a Faraó, e a todos os seus servos, e a toda a sua terra; as grandes provas que os vossos olhos viram, os sinais e grandes maravilhas; porém o SENHOR não vos deu coração para entender, nem olhos para ver, nem ouvidos para ouvir, até ao dia de hoje”.

Por todas estas coisas, vemos, como afirmou Spurgeon, que a graça de Deus é a doutrina mais despojadora que existe, pois nada pode trazer ao homem mais humildade que esvaziar a si mesmo na expectativa da graça divina, pois quem espera no homem arma ciladas para si mesmo.

Provérbios 29,25: “Quem teme ao homem arma ciladas, mas o que confia no SENHOR está seguro”.

Calvino: Institutas, Livro II: “Que ninguém vacile em confessar que só será capaz de entender os mistérios de Deus quando tiver sido iluminado por sua graça. Quem mais entendimento se atribui, tanto mais cego e menos reconhece sua cegueira”.

Sobre o autor

Hélio Clemente

Meu nome é Helio Clemente: Tenho 72 anos, sou engenheiro, brasileiro, divorciado, graduado pela USP em 1967. Não defendo ou divulgo nenhuma denominação em particular, cristianismo é somente o evangelho, e o evangelho é toda a Escritura, desde o Gênesis até o Apocalipse.

comente

Clique aqui para enviar um comentário