Aviso

Somos um site cristão, em conformidade com os padrões reformados, não concordamos obrigatoriamente com as opiniões emitidas nos livros postados, todavia, sabemos que um cristianismo saudável somente pode ser exercido através do conhecimento. Desta forma, sigamos o conselho do apóstolo: “Julgai todas as coisas, retende o que é bom”. Louvado seja Deus!

ESTATÍSTICAS

vivendopelapalavra.com
Na internet desde Outubro/2011
Total de visitas até agosto de 2018:
1.027.377
Total de páginas visitadas até agosto 2018:
2.623.764

Mais Baixados

Literatura clássica

A VOLTA AO MUNDO EM 80 DIAS – J. VERNE

Descrição

Este livro conta a história de um legítimo inglês Fíleas Fogg, em que todos os dias ele ia ao clube dos recreadores. Um dia ele ficou sabendo que um ladrão havia roubado uma barra de ouro do banco de Londres, avaliada em 55 mil libras.
Fíleas Fogg comentou com seus amigos, que o ladrão tinha mais chances de fugir nos dias em que eles viviam do que há alguns anos atrás, pois o mundo tinha ficado menor. Os amigos perguntaram porque, e ele disse, que com toda a tecnologia do século XIX era possível dar a volta ao mundo em 80 dias. Sendo assim o ladrão tinha muitas chances de fugir.
Fíleas Fogg resolveu apostar com seus amigos, metade da sua fortuna, avaliada em 40.000 libras, dizendo que conseguiria dar a volta ao mundo em 80 dias. Seus amigos, sem muito interesse, não apostaram muito dinheiro. Mas Fíleas Fogg apostou somente por prazer, e não com a intenção de enriquecer mais.
Porém, durante a viagem, ele gastou 19.000 libras, então só sobrou 21.000 libras de sua fortuna. E se ele não conseguisse vencer a aposta? Ficaria pobre!
Para piorar a situação, ele ainda foi confundido com o ladrão que assaltou o banco de Londres. Será que era só um engano? Ou será que ele era o ladrão?
Com uma linguagem mais apropriada para o público adolescente, este livro prende a atenção do leitor do começo ao fim.

Enredo

Phileas Fogg é um senhor inglês, um tanto quanto solitário e sereno, que mora em Londres e tem uma rotina inalterável: acorda sempre no mesmo horário, faz a barba, toma café da manhã e parte para o Reform Club, onde passa o restante do dia. Lá, Fogg almoça e lê os principais jornais da capital inglesa. À noite, reúne-se com os colegas para a tradicional partida de uíste (jogo de cartas para duas duplas, ancestral do Bridge) e para comentar os assuntos do dia. À meia-noite, pontualmente, volta para casa. E assim se segue até o fatídico dia da aposta.

Eis que surge um assunto novo: o roubo acontecido no Banco da Inglaterra, dias atrás. O ladrão havia levado 55 mil libras da casa bancária e fugira sem deixar traços. Sentados à mesa, os jogadores especulam a respeito do paradeiro do ladrão. Fogg, até então quieto, comenta que o referido ladrão poderia estar em qualquer lugar, afinal, por causa dos avanços tecnológicos da época, qualquer um seria capaz de dar uma volta ao mundo em apenas 80 dias. Seus colegas dizem que tal façanha seria impossível e que ele não estava levando em conta os imprevistos que a empreitada traria consigo. Fogg permanece firme e, impassível, diz que ele mesmo o faria. Travam então uma aposta de £ 20.000,00 e o destemido cavalheiro decide partir imediatamente. Estaria de volta no dia 21 de Dezembro de 1872.

 

Sobre o autor

Hélio Clemente

Meu nome é Helio Clemente: Tenho 72 anos, sou engenheiro, brasileiro, divorciado, graduado pela USP em 1967. Não defendo ou divulgo nenhuma denominação em particular, cristianismo é somente o evangelho, e o evangelho é toda a Escritura, desde o Gênesis até o Apocalipse.

comente

Clique aqui para enviar um comentário