Aviso

Somos um site cristão, em conformidade com os padrões reformados, não concordamos obrigatoriamente com as opiniões emitidas nos livros postados, todavia, sabemos que um cristianismo saudável somente pode ser exercido através do conhecimento. Desta forma, sigamos o conselho do apóstolo: “Julgai todas as coisas, retende o que é bom”. Louvado seja Deus!

ESTATÍSTICAS

vivendopelapalavra.com
Na internet desde Outubro/2011
Total de visitas até março de 2019:
1.066.209
Total de páginas visitadas até março 2019:
2.789.891

Mais Baixados

Comentários Bíblicos

AGEU, ZACARIAS e MALAQUIAS – Introdução e comentário

PREFÁ CIO DO AUTOR
Provavelmente é válido dizer que estes três últimos livros do cânon profético recebem menos atenção do que merecem, embora exista neles um tesouro, como em qualquer outro lugar da Escritura.
Quanto a Zacarias, um labirinto de especulações sobre a data e a autoria dos diversos oráculos nos capítulos 9-14 tem levado a desvios que confudem tanto o leitor, que ele alegremente procura território mais familiar. Espero que este livro possa ajudar outros a entender Zacarias, como ajudou a mim, pelo discernimento de sua simetria e estrutura. Se isto é um traço intrínseco ao livro, seu propósito se torna claro e sua mensagem coerente. Ageu e Malaquias são mais fáceis de acom panhar para a mente ocidental, e suas palavras ainda são importantes, especialmente sempre que houver desânimo ou letargia.
Minha dívida para com muitos livros e comentários ficará evidente nas notas de rodapé. Além disto eu tive grande proveito do estímulo e ânimo que as reuniões do Grupo de Estudo de Àntigo Testamento da Associação Tyndale representaram, a cujo presidente, Professor, D. J. Wiseman, eu devo o fato de ter começado a escrever comentários. O rev. N. Hilliyer, bibliotecário da Tyndale House Library em Cambridge, e seu predecessor, A. R. Millard, sempre estiveram dispostos a suprir informações, e eu quero agradecer também ao rev. John B. Taylor, que revisou o manuscrito e deu muitas sugestões úteis, embora ele não deva ser considerado responsável pelas imperfeições ainda existentes.
Que este comentário possa servir à causa daquele que em breve há de ser declarado Rei sobre toda a terra.
A dvento 1971

JOYCE BALDWIN

Sobre o autor

Hélio Clemente

Meu nome é Helio Clemente: Tenho 72 anos, sou engenheiro, brasileiro, divorciado, graduado pela USP em 1967. Não defendo ou divulgo nenhuma denominação em particular, cristianismo é somente o evangelho, e o evangelho é toda a Escritura, desde o Gênesis até o Apocalipse.

comente

Clique aqui para enviar um comentário