Aviso

Somos um site cristão, em conformidade com os padrões reformados, não concordamos obrigatoriamente com as opiniões emitidas nos livros postados, todavia, sabemos que um cristianismo saudável somente pode ser exercido através do conhecimento. Desta forma, sigamos o conselho do apóstolo: “Julgai todas as coisas, retende o que é bom”. Louvado seja Deus!

ESTATÍSTICAS

vivendopelapalavra.com
Na internet desde Outubro/2011
Total de visitas até março de 2019:
1.066.209
Total de páginas visitadas até março 2019:
2.789.891

Mais Baixados

Apócrifos

APÓCRIFO – O EVANGELHO DE JUDAS

O EVANGELHO DE JUDAS

INTRODUÇÃO: O COMEÇO

O relato secreto da revelação que Jesus falou em conversa com Judas Iscariotes, durante uma semana, três dias antes que ele celebrasse a Páscoa.

O MINISTÉRIO TERRESTRE DE JESUS

Quando Jesus apareceu na Terra, ele executou milagres e grandes maravilhas para a salvação da humanidade. E desde então alguns [caminharam] de maneira reta, enquanto outros tomaram o caminho de suas transgressões, e os doze discípulos foram chamados. Ele começou a falar com eles sobre os Mistérios do outro mundo e o que aconteceria no fim.

Freqüentemente ocorria de ele não aparecer aos seus discípulos como ele mesmo, mas sim como uma criança.

CENA 1:

Jesus dialoga com seus discípulos: A oração de ação de graças ou eucaristia

Um dia Ele estava com seus discípulos na Judéia, e ele os encontrou reunidos e sentados em piedosa prática. Quando ele [se aproximou] seus discípulos, [34] reunidos e sentados, fizeram uma oração de ação de graças sobre o pão, [ele] riu.

Os discípulos disseram-[lhe], “Mestre, por que estás rindo de [nossa] oração de ação de graças? Nós fizemos o que é certo.”

Ele respondeu e lhes disse, “Eu não estou rindo de vocês. [Vocês] não estão fazendo isto devido às suas próprias vontades, mas sim porque é através disto que seu Deus [será] louvado.”

Eles disseram, “Mestre, tu és […] o Filho de nosso Deus.”

Jesus lhes disse, “Como vocês me conhecem? Verdadeiramente [eu] digo a vocês, nenhum membro da geração das pessoas que estão entre vocês, me conhecerá.”

OS DISCÍPULOS SE ENCOLERIZAM

Quando seus discípulos ouviram isto, começaram a ficar bravos e enfurecidos, e começaram a blasfemar contra Jesus em seus corações.

Quando Jesus observou a falta de [entendimento deles, disse] a eles, “Por que isso os encolerizou? Seu Deus, que está dentro de vocês, e […], [35] provocou a cólera [dentro] de suas almas. [Deixe] qualquer um de vocês, que seja [forte o bastante] entre os seres humanos, manifestar o humano perfeito, e se levante ante minha face.”

Todos eles disseram, “Nós temos a força”.

Mas seus espíritos não ousaram ficar de pé ante [Jesus], exceto Judas Iscariotes. Ele foi capaz de levantar-se ante Jesus, mas não pôde olhá-lo nos olhos, e Judas virou sua face.

Judas lhe [disse], “Eu sei quem tu és e de onde vieste. Tu és do reino imortal de Barbelo. E não sou digno de mencionar o nome daquele que te enviou.”

JESUS FALA COM JUDAS PARTICULARMENTE

Sabendo que Judas estava refletindo sobre algo que era exaltado, Jesus lhe disse, “Afaste-se dos outros e eu poderei te falar sobre os Mistérios do Reino. É possível você alcançá-lo, mas você sofrerá muito. [36] Pois outra pessoa o substituirá, para que os doze [discípulos] possam vir novamente a se realizar com seu Deus.”

Judas lhe disse, “Quando tu me contarás estas coisas e [quando] virá o grande dia da luz do amanhecer para a geração?”

Mas quando ele falou isso, Jesus o deixou.

CENA 2: Jesus aparece novamente a seus discípulos

Na manhã seguinte, depois do que aconteceu, Jesus [apareceu] novamente a seus discípulos.

Eles lhe disseram, “Mestre, para onde foste e o que fizeste quando tu nos deixaste?”

Jesus lhes disse, “Eu fui para uma outra grande e sagrada geração.”

Seus discípulos lhe perguntaram, “Senhor, o que é a grande geração, que é superior a nós e mais santa que nós, que não está agora nestes reinos?”

Quando Jesus ouviu isto, riu e lhes disse, “Por que vocês estão pensando, em seus corações, na forte e sagrada geração? [37] Verdadeiramente [eu] digo a vocês que ninguém nascido [deste] eon verá essa [geração], e nenhuma hoste de anjos das estrelas regerá aquela geração, e nenhuma pessoa de nascimento mortal pode se associar com ela, porque aquela geração não vem de […] que se tornou […]. A geração das pessoas dentre [vocês] é proveniente da geração da humanidade […] poder, o qual [… os] outros poderes […] pelo [qual] vocês regem.”

Quando [seus] discípulos ouviram isto, ficaram turbados de espírito. Não puderam dizer uma só palavra.

Num outro dia Jesus apareceu [a eles]. Eles disseram [a ele], “Mestre, nós o vimos em uma [visão], porque tivemos grandes [sonhos…] noite […].”

[Ele disse], “Por que têm [vocês… quando] [ vocês ] foram se esconder?” [38]

OS DISCÍPULOS VÊEM O TEMPLO E DISCUTEM O OCORRIDO

Eles [disseram, “Nós vimos] uma grande [casa com um grande] altar [em seu interior, e] doze homens — eles são os sacerdotes, diríamos — e um nome; e uma multidão de pessoas está esperando naquele altar, [até] os sacerdotes [… e recebem] as oferendas. [Mas] nós ficamos esperando.”

[Jesus disse], “Como são [os sacerdotes]?

Eles [disseram, “Alguns…] duas semanas; [alguns] sacrificam seus próprios filhos, outros suas esposas, em louvor [e] humildade entre si; alguns dormem com homens; alguns estão envolvidos em [massacres]; alguns cometem uma infinidade de pecados e de ações ilegais.

E os homens que estão de pé [diante] do altar invocam teu [nome], [39] e em todas as suas ações deficientes, os sacrifícios são concluídos […].”

Depois que disseram isto, ficaram quietos, porque estavam preocupados.

JESUS OFERECE UMA INTERPRETAÇÃO ALEGÓRICA DA VISÃO DO

TEMPLO

Jesus lhes disse, “Por que vocês estão preocupados? Verdadeiramente eu digo a vocês, todos os sacerdotes que estavam de pé ante aquele altar invocavam meu nome. Novamente eu lhes digo, meu nome foi escrito nisto […] das gerações das estrelas através das gerações humanas. [E eles] plantaram árvores sem frutos, em meu nome, de uma maneira vergonhosa.”

Jesus lhes disse, “Aqueles que vocês viram recebendo as oferendas no altar —aqueles são vocês. Esse é o Deus que vocês servem, e vocês são aqueles doze homens que vocês viram.

O gado que vocês viram sendo trazido para o sacrifício são as várias pessoas que vocês extraviaram [40] diante daquele altar. […] estarão de pé e farão uso de meu nome deste modo, e gerações de piedosos permanecerão leais a ele. Depois disto um outro homem estará lá de pé [pelos fornicadores], e outro [irá] se levantará lá pelos assassinos de crianças, e outro pelos que dormem com homens, e pelos que se abstêm, e pelo resto das pessoas de corrupção, e ilegalidade e erro, e os que dizem, ‘Nós somos como os anjos’; eles são as estrelas que trazem tudo à sua conclusão. Pois foi dito às gerações humanas, “Vejam, Deus recebeu vosso sacrifício das mãos de um sacerdote — isso é, de um ministro do erro.

Porém é o Senhor, o Senhor do universo que comanda ‘No último dia eles serão envergonhados’”. [41]

Jesus [lhes]disse, “Parem de sacr[ificar…] o que vocês têm […] sobre o altar, desde que eles estão sobre suas estrelas e seus anjos e já lá chegaram às suas conclusões. Assim, deixem ser [enlaçados] antes de vocês, e os deixem ir [— aproximadamente 15 linhas se perderam—] gerações […]. Um padeiro não pode alimentar toda a criação [42] sob o [céu].

E […] para eles […] e […] para nós e […].

Jesus disse-lhes, “Parem de discutir comigo. Cada um de vocês tem sua própria estrela, e tod[os —aproximadamente 17 linhas se perderam—] [43] em […] quem veio [… fonte] para a árvore […] deste eon […] durante um tempo […] mas ele veio para banhar o Paraíso de Deus, e a [geração] que perdurará, porque [ele] não manchará o [caminho de vida da]quela geração, mas […] por toda a eternidade.”

JUDAS PERGUNTA A JESUS SOBRE AQUELA GERAÇÃO E SOBRE AS

GERAÇÕES HUMANAS

Judas perguntou a [ele, “Rabb]i, que tipo de fruto esta geração produz?”

Disse-lhe Jesus, “As almas de todas as gerações humanas morrerão. Porém, quando estas pessoas completarem o tempo do reino e o espírito as deixar, seus corpos morrerão, mas suas almas estarão vivas, e eles serão levados.”

Judas disse, “E o que fará o restante das gerações humanas?”

Jesus disse, “É impossível [44] plantar sementes nas [pedras] e colher seus frutos. [Esta] também é a maneira […] a geração [maculada] […] e a Sophia corruptível […] a mão que criou as pessoas mortais, de forma que suas almas vão até os reinos eternos do alto.

[Verdadeiramente] eu te digo, […] anjo […] poder poderá ver que […] estes para quem […] gerações santas […].”

Depois, que Jesus disse isto, partiu.

CENA 3: Judas narra uma visão e Jesus responde

Judas falou, “Mestre, como tu escutaste a todos eles, agora também escuta-me, pois eu tive uma grande visão”.

Quando Jesus ouviu isto, ele riu e disse-lhe, “Você décimo terceiro espírito, por que tenta tão esforçadamente? Mas fala, e eu serei tolerante contigo.”

Judas lhe disse, “Na visão eu me vi sendo apedrejado pelos doze discípulos, e [45]que estavam perseguindo- [me severamente]. E eu também vim para o lugar onde […] depois de ti. Eu vi [uma casa…], e meus olhos não puderam [entender] seu tamanho. Grandes pessoas estavam cercando-a, e aquela casa [tinha] uma cobertura de folhagem, e no meio da casa havia [uma multidão — faltam duas linhas —], dizendo, ‘Mestre, leva-me juntamente com estas pessoas’”.

[Jesus] respondeu e disse, “Judas, tua estrela te extraviou.” Ele continuou, “Nenhuma pessoa de nascimento mortal é merecedora de entrar na casa que você viu, pois aquele lugar está reservado para o sagrado. Nem o sol nem a lua regerão lá, nem o dia, mas o sagrado habitará lá sempre, no reino eterno com os anjos santos. Olhe, eu te expliquei os mistérios do reino [46] e eu te ensinei a respeito do erro das estrelas; e […] envie-o […] nos doze eons.”

JUDAS PERGUNTA SOBRE SEU PRÓPRIO DESTINO

Judas disse, “Mestre, poderia ser que minha semente estivesse sob o controle dos regentes?”

Jesus respondeu-lhe dizendo, “Vem, que eu [—duas linhas que se perderam—], mas isso você sofrerá muito quando você ver o reino e toda sua geração.”

Quando Judas ouviu isto, disse, “Qual foi o bem que eu recebi? Pois tu me separaste para aquela geração.”

Jesus, respondendo, disse-lhe, “Você se tornará o décimo terceiro, e será amaldiçoado pelas outras gerações—e você regerá sobre elas. Nos últimos dias eles amaldiçoarão sua ascensão [47] para a [geração] santa.”

JESUS ENSINA COSMOLOGIA A JUDAS SOBRE: O ESPÍRITO E O

AUTOGERADO

Jesus disse, “[Venha], para que eu possa te ensinar acerca dos [segredos] que nenhuma pessoa [jamais] viu. Pois lá existe um grande e ilimitado reino cuja extensão nenhuma geração de anjos jamais viu, [no qual] há [um] grande [Espírito] invisível, o qual nenhum olho, de qualquer anjo, jamais viu, nenhum pensamento do coração jamais compreendeu, e nunca foi chamado por qualquer nome.

“E uma nuvem luminosa lá apareceu. Ele disse, ‘Permita que um anjo nasça para ser meu criado.’

“Um grande anjo, o divino iluminado Auto-gerado, emergiu da nuvem. Por causa dele, quatro outros anjos nasceram de uma outra nuvem, e eles se tornaram criados para o angélico Auto-gerado. O Auto-gerado disse, [48] ‘Permite […] nasça […]’, e nasceu […].

E ele [criou] a primeira luminária para reinar sobre ele. Ele disse, ‘Permita que os anjos nasçam para servi-[lo]’, e miríades, um sem número, nasceram. Ele disse, ‘[Deixe] um eon iluminado nascer,’ e ele nasceu. Ele criou a segunda luminária [para] reinar sobre ele, juntamente, com miríades de anjos para servi-lo. Isso é como ele criou o restante dos eons iluminados. Ele os fez reinar sobre eles, e criou para eles inumeráveis anjos, para assistilos.

ADAMAS E AS LUMINÁRIAS

“Adamas estava na primeira nuvem luminosa, que nenhum anjo jamais viu entre tudo aquilo chamado ‘Deus’. Ele [49] […] que […] a imagem […] e pela semelhança d[este] anjo. Ele fez a incorruptível [geração] de Seth aparecer […] os doze […] os vinte e quatro […]. Ele fez setenta e duas luminárias aparecerem na geração incorruptível, conforme a vontade do Espírito. As setenta e duas luminárias mesmas fizeram aparecer trezentas e sessenta luminárias na geração incorruptível, de acordo com a vontade do Espírito, de maneira que o número delas deveria ser de cinco para cada uma.

“Os doze eons das doze luminárias constituem o pai delas, com seis céus para cada eon, de maneira que há setenta e dois céus para as setenta e duas luminárias, e para cada uma [50] [delas, cinco] firmamentos, [para um total de] trezentos e sessenta [firmamentos…]. A elas foi dada autoridade e uma [grande] hoste [inumerável] de anjos, para glória e adoração, [e depois disso também] espíritos virgens, para glória e [adoração] de todos os eons e dos céus e dos firmamentos deles.

O COSMOS, O CAOS E O MUNDO INFERIOR

“A multidão desses imortais é chamada de cosmos—isto é, perdição—pelo Pai e pelas setenta e duas luminárias, que estão com o Autogerado e seus setenta e dois éons. Nele o primeiro humano apareceu com seus poderes incorruptíveis. E o eon que apareceu com sua geração, o eon no qual estão a nuvem do conhecimento e o anjo, é chamado [51] El. […] éon […] depois disso […] dito, ‘Permita que os doze anjos nasçam [para] governar o Kaos e o [mundo inferior]’. E veja, da nuvem apareceu um [anjo], cuja face relampejava com fogo e cuja aparência foi manchada com sangue. O nome dele era Nebro, que quer dizer ‘rebelde’; outros o chamam Yaldabaoth. Outro anjo, Saklas, também veio da nuvem. Assim Nebro criou seis anjos—assim como também Saklas—para serem assistentes, e estes produziram doze anjos nos céus, com cada um recebendo uma porção nos céus.

OS GOVERNANTES E OS ANJOS

“Os doze governantes falaram com os doze anjos: ‘Permite, cada um de vocês, [52] […] e os deixaram […] geração [—uma linha se perdeu—] anjos’:

O primeiro é [S]eth que é chamado Cristo.

O [segundo] é Harmathoth que é […].

O [terceiro] é Galila.

O quarto é Yobel.

O quinto [é] Adonaios.

Estes são os cinco que regem o mundo inferior e, preponderantemente, o caos.

A CRIAÇÃO DA HUMANIDADE

“Então Saklas disse aos seus anjos, ‘Vamos criar um ser humano segundo a semelhança e a imagem’. Eles moldaram Adão e sua esposa Eva, que é chamada, na nuvem, de Zoe. Pois por este nome todas as gerações buscam o homem, e cada uma delas chama a mulher por estes nomes. Agora, Sakla não [53] con [trolou…] exceto […] as gera[ções…] isto […]. E o [governante] disse a Adão, ‘Você viverá muito tempo, com seus filhos’”.

JUDAS PERGUNTA SOBRE O DESTINO DE ADÃO E DA HUMANIDADE

Judas disse a Jesus, “[O que] é uma longa duração de tempo, a qual o ser humano viverá?”

Jesus disse, “Por que você está desejando saber isto? Aquele Adão, com a geração dele, viveu seu tempo de vida no local onde ele recebeu seu reino, com longevidade junto com seu regente?”

Judas perguntou a Jesus, “O espírito humano morre?”

Jesus disse, “Foi por isso que Deus ordenou a Miguel que desse os espíritos das pessoas a elas como um empréstimo, de maneira que elas poderiam oferecer serviço, mas o Altíssimo ordenou a Gabriel que concedesse espíritos à grande geração sem regente sobre ela—isto é, sobre o espírito e a alma. Então, o [resto] das almas [54] [—uma linha se perdeu—].

JESUS DISCUTE A DESTRUIÇÃO DO MAL COM JUDAS E OS OUTROS

“[…] luz [—quase duas linhas se perderam—] ao redor […] deixe […] espírito [isso é] dentro de você mora nesta [carne] entre as gerações de anjos. Mas Deus fez com que o conhecimento fosse [dado] para Adão e aqueles que estavam com ele, de forma que os reis do Kaos e do mundo inferior não poderiam controlar o conhecimento deles.”

Judas perguntou a Jesus, “Assim o que farão essas gerações?”

Jesus disse, “Verdadeiramente eu te digo, para todos eles as estrelas trazem a conclusão dos assuntos. Quando Saklas completar o período de tempo designado para ele, a primeira estrela deles aparecerá com as gerações, e eles terminarão o que disseram que fariam. Então eles fornicarão em meu nome, e matarão as suas crianças [55] e eles irão […] e [— aproximadamente seis linhas e meia se perderam—] meu nome, e ele irá […] sua estrela sobre o [décimo]terceiro eon.”

Depois disso Jesus [riu].

[Judas perguntou], “Mestre, [por que estás rindo de nós]?”

[Jesus] respondeu [e disse], “eu não estou rindo [de vocês] mas sim do erro das estrelas, porque estas seis estrelas vagam, aproximadamente, com estes cinco combatentes, e todos eles serão destruídos junto com suas criaturas.”

JESUS FALA DOS QUE SÃO BATIZADOS E DA TRAIÇÃO DE JUDAS

Judas perguntou a Jesus, “Olha, o que farão os que foram batizados em teu nome?”

Jesus disse, “Verdadeiramente eu digo [a você], este batismo [56] […] meu nome [— aproximadamente nove linhas se perderam—] para mim. Verdadeiramente [eu] digo a você, Judas, [aqueles que] ofereçam sacrifícios a Saklas […] Deus [— três linhas se perderam—] tudo que é mau.

“Mas você excederá a todos eles. Pois você sacrificará o homem que me reveste. Seu chifre já foi elevado, sua ira foi acendida, sua estrela mostrou-se brilhantemente, e seu coração tem […]. [57]

“Verdadeiramente […] seu último […] torna-se [—aproximadamente duas linhas e meia se perderam—], aflija [—aproximadamente duas linhas se perderam—] o regente, desde que ele será destruído. E então a imagem da grande geração de Adão será exaltada, previamente para o céu, a Terra, e os anjos, aquela geração, que é dos reinos eternos, existe. Olhe, tudo foi dito a você. Erga teus olhos para cima e olhe para a nuvem e para a luz dentro dela e para as estrelas que a cercam. A estrela que conduz o caminho é a tua estrela.”

Judas ergueu os olhos e viu a nuvem luminosa, e entrou nela. Os que estavam em pé no chão ouviram uma voz que vinha da nuvem, dizendo, [58] […] grande geração […] … imagem […] [—aproximadamente cinco linhas se perderam—].

CONCLUSÃO: JUDAS TRAI JESUS

[…] Seus Altos Sacerdotes murmuraram porque [ele] havia entrado no quarto de hóspedes para fazer sua oração. Mas alguns escribas estavam lá observando cuidadosamente para prendê-lo durante sua oração, porque eles tinham medo das pessoas, desde que foi considerado por todos como um Profeta.

Eles aproximaram-se de Judas e lhe perguntaram, “O que você está fazendo aqui? Você é um discípulo de Jesus”.

Judas lhes respondeu como eles desejavam. E ele recebeu algum dinheiro e ele o entregou para eles.

Sobre o autor

Hélio Clemente

Meu nome é Helio Clemente: Tenho 72 anos, sou engenheiro, brasileiro, divorciado, graduado pela USP em 1967. Não defendo ou divulgo nenhuma denominação em particular, cristianismo é somente o evangelho, e o evangelho é toda a Escritura, desde o Gênesis até o Apocalipse.

comente

Clique aqui para enviar um comentário