Aviso

Somos um site cristão, em conformidade com os padrões reformados, não concordamos obrigatoriamente com as opiniões emitidas nos livros postados, todavia, sabemos que um cristianismo saudável somente pode ser exercido através do conhecimento. Desta forma, sigamos o conselho do apóstolo: “Julgai todas as coisas, retende o que é bom”. Louvado seja Deus!

ESTATÍSTICAS

vivendopelapalavra.com
Na internet desde Outubro/2011
Total de visitas até maio de 2018:
1.019.106
Total de páginas visitadas até maio 2018:
2.605.201

Mais Baixados

Comentários Bíblicos

ATLAS BÍBLICO CPAD – Yohanan, Michael, Anson F., Safarai

PREFÁCIO PARA A TERCEIRA EDIÇÃO REVISADA
Faz quase duas décadas que os autores originais deste atlas prepararam os rascunhos finais para a segunda edição. Enquanto isso, muito progresso tem sido feito no estudo das fontes antigas e no conhecimento do ambiente ecológico das terras bíblicas. Pesquisas arqueológicas, sob a inspiração de Yohanan Aharoni, mas das quais ele não chegou a ver os frutos, cobriram a maior parte do terreno do país. Escavações nos sítios em todas as áreas da terra produziram grande fartura de novos materiais. As cidades greco-romanas da Palestina, desde a Galiléia até as estepes do Sul, inclusive Bete-Seã e Cesaréia, foram quase completamente descobertas, e sua cultura material, revelada. A análise e interpretação de todos esses novos dados tornaram praticamente imprescindível que um atlas deste tipo sofresse uma profunda revisão. Na parte do Antigo Testamento, o texto de quase todos os mapas foi completamente reescrito. A parte do Segundo Templo foi revisada para incorporar várias descobertas recentes, especialmente no que diz respeito à Jerusalém do período herodiano. Isto foi feito sob a impressão de que Aharoni e Avi-Yonah teriam apreciado as evidências recentes e aceito os novos argumentos.
Em qualquer caso, tentamos trabalhar orientados pelo espírito desses dois grandes inventores da geografia histórica.
O método básico da primeira edição permanece inalterado. Os mapas se apoiam nas fontes escritas antigas, o ambiente físico com o qual trata cada documento e os dados obtidos mediante a pesquisa arqueológica. Os estudantes de geografia histórica fariam bem em estudar a fonte citada para cada mapa, se quiserem estar aptos para apreciar plenamente a interpretação que o mesmo representa. A vasta coleção de literatura secundária, erudita, não poderia ser citada em um manual de ensino deste tipo. A atualização nessa área exigiria um formato inteiramente diverso.
A terra de Israel/Canaã/Palestina continua sendo o foco para o qual convergem todos os que amam a Bíblia, judeus e cristãos. A história dessa entidade geográfica não pode ser dissociada do contexto mais amplo do Oriente Próximo da Antigüidade e do mundo greco-romano. Para a geografia histórica, colocar a Bíblia no mapa é uma tentativa de compreender os eventos bíblicos em seu contexto ecológico e sócio-cultural.
Esse é um componente essencial dos estudos bíblicos, se desejarmos sinceramente sentir empatia pelos povos antigos, cuja experiência religiosa afirmamos compartilhar. Nossa esperança é que esta terceira edição venha a enriquecer o estudo bíblico de todos os alunos, professores e eruditos que desejam sinceramente colocar a Bíblia ao alcance de todos.
ANSON RAINEY

ZE’EV SAFRAI

Sobre o autor

Hélio Clemente

Meu nome é Helio Clemente: Tenho 66 anos, sou engenheiro, brasileiro, divorciado, graduado pela USP em 1967. Não defendo ou divulgo nenhuma denominação em particular, cristianismo é somente o evangelho, e o evangelho é toda a Escritura, desde o Gênesis até o Apocalipse.

comente

Clique aqui para enviar um comentário