Aviso

Somos um site cristão, em conformidade com os padrões reformados, não concordamos obrigatoriamente com as opiniões emitidas nos livros postados, todavia, sabemos que um cristianismo saudável somente pode ser exercido através do conhecimento. Desta forma, sigamos o conselho do apóstolo: “Julgai todas as coisas, retende o que é bom”. Louvado seja Deus!

ESTATÍSTICAS

vivendopelapalavra.com
Na internet desde Outubro/2011
Total de visitas até maio de 2018:
1.017.097
Total de páginas visitadas até maio 2018:
2.599.997

Mais Baixados

Outros

COSMOVISÃO

COSMOVISÃO

vivendopelapalavra.com

Por: Helio Clemente

 

Cosmovisão: Palavra de origem alemã que significa “visão do mundo” ou a forma como uma pessoa vê o mundo, a vida, os homens e os princípios que sustentam a crença global desta pessoa.

Serão apresentadas, a seguir, as principais crenças que definem as cosmovisões existentes entre os vários sistemas e conceitos, religiosos ou não. Podemos ver que todas as coisas são claramente explicadas dentro do pressuposto cristão.

Deus não é de confusão, mas de paz, desta forma Ele revela com muita clareza, através da Escritura, tudo o que se deve saber a respeito do mundo físico e espiritual.

COSMOVISÃO CRISTÃ – PRINCÍPIOS BÁSICOS

DEUS (EXISTÊNCIA E CONHECIMENTO) – proposições:

O ponto de partida do pensamento cristão é o pressuposto escriturístico, por este motivo a existência de Deus não é discutida ou colocada em dúvida: Ele existe e se revela através da Escritura. O cristão não deve se preocupar em provar a existência de Deus, mas em conhecê-lo e testemunhar este conhecimento.

Gênesis 1,1: “No princípio, criou Deus os céus e a terra”.

CAUSAS PRIMEIRAS (METAFÍSICA) – proposições:

O universo foi criado a partir do nada (ex nihilo), sendo, portanto, finito e não é uma extensão do Ser de Deus. Um Deus, eterno, pessoal e poderoso criou o universo, desta forma existe um propósito para o universo e ele funciona de acordo com um plano pré-determinado e providencial.

Hebreus 1,3: “Ele (Cristo), que é o resplendor da glória e a expressão exata do seu Ser, sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, depois de ter feito a purificação dos pecados, assentou-se à direita da Majestade, nas alturas”.

TEORIA DO CONHECIMENTO (EPISTEMOLOGIA) – proposições:

O homem possui em si a consciência inata do Deus criador do universo, por isso, o conhecimento de Deus é possível pela observação das obras da natureza, mas, revelações emocionais e experiências não são suficientes para a salvação, a única possibilidade de conhecimento real de Deus é através da revelação especial que Ele fez de si mesmo e de seus preceitos para o homem – a Escritura.

Romanos 1,20: “Porque os atributos invisíveis de Deus, assim o seu eterno poder, como também a sua própria divindade, claramente se reconhecem, desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das coisas que foram criadas. Tais homens são, por isso, indesculpáveis”.

NATUREZA DO HOMEM (ANTROPOLOGIA) – proposições:

O homem é composto de corpo e alma, porém como uma unidade psicossomática, a morte física não finaliza a existência do homem, pois a alma é imortal e continua existindo em seu destino final após a morte física.

Na segunda volta de Cristo a alma se une novamente ao corpo ressurreto, retomando a unidade psicossomática (*), para ser submetida ao juízo final como o mesmo indivíduo que viveu na terra, de forma consciente e responsável.

Em sua vida terrena homem age de forma determinada previamente pelos Decretos Eternos de Deus.

(*) – Psicossomática: Que diz respeito simultaneamente ao corpo e alma (alma e espírito são sinônimos neste sentido).

Eclesiastes 12,7: “E o pó volte à terra, como o era, e o espírito volte a Deus, que o deu”.

ÉTICA E MORAL – proposições:

COSTUMES OU DOUTRINA?

Ética religiosa: A maioria das pessoas tem a religião como um tratado de ética e moral mundanos, adotam o comportamento social e as boas obras como a base formadora da sua cosmovisão resumindo suas religiões em normas sociais e comportamentais sem fundamento doutrinário.

Ética cristã: A religião cristã propõe que o comportamento do homem é continuamente mau, ditado pela sua natureza corrompida pela queda, até o momento em que Deus justifica os seus eleitos, unicamente pela sua graça, imputando a eles a justiça perfeita de Cristo.

Desta forma, os torna aptos através da operação contínua do Espírito, a ter uma vida piedosa e digna, caminhando nas boas obras que foram preparadas para eles antes da criação do mundo, todavia, sem jamais atingir a santidade nesta vida terrena.

Efésios 2,10: “Pois somos feitura dele, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas”.

Esta soma de concepções relacionadas constitui a cosmovisão de uma pessoa cristã. Todos têm uma cosmovisão, consciente ou inconsciente, desde o selvagem da Nova Guiné até o cientista mais avançado.

Toda cosmovisão tem obrigatoriamente um princípio primeiro a partir do qual ela é construída, o princípio primeiro da cosmovisão cristã é a Escritura.

Conforme Francis Schaeffer, em seu livro “Manifesto Cristão”, existem apenas duas cosmovisões no mundo: A cosmovisão cristã e a cosmovisão humanista.

  1. Schaeffer: “Infelizmente o cristianismo foi enclausurado em uma parte isolada na vida dos cristãos enquanto que os humanistas perceberam há muito tempo, o que os cristãos relutam em compreender até o dia de hoje, que estes dois enfoques do mundo representam uma realidade total contra outra realidade total. O “Manifesto Humanista” publicado em 1933, demonstrou claramente a compreensão global que eles tinham a respeito do que estava envolvido nisso, não somente que haviam dois conceitos totalmente antagônicos, mas que estes conceitos levariam a resultados completamente diferentes para a sociedade como um todo”.

Infelizmente, o que vemos hoje é que esta cosmovisão humanista abrange grande parte, senão a grande maioria, das denominações cristãs. O resultado disso se vê hoje no ecumenismo, no politicamente correto, na negação dos atributos divinos e no inclusivismo dentro moderna igreja cristã.

Isto tem resultados irreversíveis e consequências trágicas, como por exemplo: A islamização da Europa, a secularização da América e o avanço do socialismo nos Países Latino-Americanos, além do sistema educacional ocidental totalmente dominado pelos organismos internacionais e afastado compulsoriamente da lei de Deus.

Sobre o autor

Hélio Clemente

Meu nome é Helio Clemente: Tenho 66 anos, sou engenheiro, brasileiro, divorciado, graduado pela USP em 1967. Não defendo ou divulgo nenhuma denominação em particular, cristianismo é somente o evangelho, e o evangelho é toda a Escritura, desde o Gênesis até o Apocalipse.

comente

Clique aqui para enviar um comentário