Aviso

Somos um site cristão, em conformidade com os padrões reformados, não concordamos obrigatoriamente com as opiniões emitidas nos livros postados, todavia, sabemos que um cristianismo saudável somente pode ser exercido através do conhecimento. Desta forma, sigamos o conselho do apóstolo: “Julgai todas as coisas, retende o que é bom”. Louvado seja Deus!

ESTATÍSTICAS

vivendopelapalavra.com
Na internet desde Outubro/2011
Total de visitas até julho de 2020:
1.277.431
Total de páginas visitadas até julho de 2020:
3.924.272

Mais baixados

Apocalipse de Adão
O APOCALIPSE que Adão revelou a seu filho Seth no setingentésitno ano. Ele disse: Escuta as minhas palavras, meu filho Seth!
Apocalipse

Evangelhos Apócrifos – Apocalipse de Adão

Evangelhos apócrifos

Apocalipse de Adão

O APOCALIPSE que Adão revelou a seu filho Seth no setingentésitno ano. Ele disse: Escuta as minhas palavras, meu filho Seth!

ORIGENS

1 Quando Deus me criou da terra, juntamente com tua mãe Eva, passeávamos eu e ela na Glória que ela havia enxergado no éon do qual viemos. Ela me ensinou uma palavra de conhecimento do Deus eterno. Assemelhávamo-nos aos grandes anjos eternos.

Éramos, com efeito, maiores do que o deus que nos havia criado e do que as forças que com ele estavam, e que nós não conhecíamos.

2 Então, irado, o deus-arconte dos éons e das forças dividiu-nos: tornamo-nos dois éons e desse modo a Glória, que habitava em nosso coração, abandonou a mim e à tua mãe Eva; e com ela (a Glória) se extinguiu o primeiro conhecimento que aflorava dentro de nós.

ADÃO – EVA – SETH

1 Ela abandonou-nos e entrou em outro grande éon e em outra grande geração que não tinha provindo do éon do qual nós viemos, eu e Eva, tua mãe. E ele (o conhecimento) entrou na semente dos grandes éons. Por este motivo eu mesmo te atribuí o nome daquele homem que é a semente da grande geração que dela deriva.

2 Desde aquele dia, o conhecimento eterno do Deus da Verdade se afastou de mim e de tua mãe Eva. Desde então fomos instruídos sobre as obras mortas, como homens. Então conhecemos o deus que nos havia criado — porque não éramos estranhos às suas forças — e servimo-lo com temor e em escravidão.

3 Após estes acontecimentos o nosso coração mergulhou em trevas. Então no pensamento de meu coração adormecido eu vi três homens à minha frente, mas não pude reconhecer-lhes o aspecto.

Com efeito, eles não pertenciam às forças do deus que me havia criado, em sua Glória eles eram maiores do que tais forças.

4 Estes homens falaram e disseram-me: “Adão, acorda do sono de morte. Ouve-nos a propósito do éon e da semente daquele homem no qual se instalou a vida que se afastou de ti e de tua companheira, Eva”. Ouvidas estas palavras daqueles grandes homens que diante de mim se encontravam, nós — eu e Eva — suspiramos em nosso coração.

5 Mas o senhor, o deus que nos havia criado, apareceu diante de nós. Disse-nos: “Adão, por que suspirais em vosso coração? Não sabeis que eu sou o deus que vos criou? insuflei em vós um Sopro de vida para que fôsseis alma vivente”. Nossos olhos então Se enevoaram. O deus que nos havia concebido criou de si um filho e de Eva, tua mãe. Por causa desta concepção…

7 Depois meu pensamento foi contaminado e, na minha loucura, experimentei um doce desejo por tua mãe. Então o vigor do nosso eterno conhecimento nos abandonou, e adveio-nos a fraqueza.

8 Em conseqüência, os dias da nossa vida tornaram-se breves. Reconheci assim ter caído em poder da morte. E agora, meu filho Seth, revelar-te-ei o que me deram a conhecer aqueles homens que há pouco vieram à minha presença.

DILÚVIO E DIVISÃO DE HOMENS

1 Quando tiverem acabado os tempos desta geração, quando tiverem chegado ao fim os anos desta geração, então Noé, servo de Deus…

2 Porque intensas chuvas desabarão do Deus onipotente com o fim de destruir toda a carne da terra — por meio de tudo o que a circunda, bem como as pessoas advindas da semente daqueles homens aos quais foi legada a vida do conhecimento, proveniente de mim e de Eva tua mãe. Porque a ele eram estranhos.

3 Em seguida a estes acontecimentos, grandes anjos virão; estes introduzirão aqueles homens no lugar onde mora o Espírito da Vida… se aperceberam da grande Glória daquele repouso.

4 Então (as fortes chuvas) precipitar-se-ão do céu sobre a terra e toda a carne desaparecerá na água. Então Deus aplacará a sua cólera e sobre a água derramará a sua força.

5 Ele, por meio da arca, dará força (a Moisés) a seus filhos, as mulheres destes e aos animais com os quais se haviam deleitado, e às aves do céu, que havia chamado e colocado sobre a terra.

6 A Noé, que as futuras gerações designarão Deucalião, deus dirá: “Vê, eu te protegi na arca, e com tua mulher, teus filhos, as suas mulheres, os animais e as aves do céu, que tu chamaste e colocaste sobre a terra…

“Por isso a ti e a teus filhos eu darei a terra. Sobre ela tu e teus filhos dominareis soberanamente. De ti não sairá, advinda daqueles homens, semente alguma que não venha à minha presença, em outra Glória.”

A GERAÇÃO DE SETH

1 Então eles serão como as nuvens da grande luz. Virão aqueles homens que haviam sido distinguidos por meio do conhecimento dos grandes éons e dos anjos. Apresentar-se-ão a Noé e aos éons.

2 Mas Deus dirá a Noé: “Por que motivo te afastaste daquilo que eu te disse e criaste outra geração ultrajando a minha força?” então Noé responderá: “Perante o teu poder atesto que a geração destes homens não surgiu de mim, nem de meus filhos, mas de (…) do conhecimento.”

4 Ele libertará esses homens, introduzi-los-á na sua terra, uma (terra) digna deles. Construirá para eles uma morada santa; e por esse nome eles serão conhecidos; aí habitarão durante seiscentos anos com um conhecimento imortal.

5 Com eles morarão anjos da Grande Luz. Em seu coração fiada haverá de indigno, mas unicamente o conhecimento de Deus (morará dentro deles).

NOÉ E SUA GERAÇÃO

1 Então Noé dividirá toda a terra pelos seus três filhos: Cam, Jafeth e Sem. A eles dirá: “Ouvi, meus filhos, as minhas palavras! Eis que dividi a terra entre vós. Agora, porém, servi-o (o Criador) com temor” e em escravidão, ao longo de todos os dias da vossa vida.

2 Que a vossa semente não se afaste da presença do Deus onipotente…”

3 Então Sem, filho de Noé, dirá: “A minha semente será do teu agrado, assim como da tua força. Sela-a com a tua mão for-te, com o temor (divino) e com um mandamento: para que toda semente de mim saída não se afaste de ti e do Deus onipotente, mas o sirva humilde e temerosamente com o seu conhecimento.”

4 Depois virão outros da semente de Cam e Jafeth. Virão quatrocentos mil homens; entrarão em outra terra e morarão com aqueles homens que surgiram do grande e eterno conhecimento, porque a sombra da força deles protegerá contra qualquer malefício e com qualquer cobiça imunda todos os que com eles tiverem morado.

5 Então a semente de Cam e Jafeth formará doze reinos; e a semente deles entrará no reino de outro povo. Então os arcontes dos éons decidirão relativamente a quantos tiverem abandonado o conhecimento morto em favor dos grandes éons da imortalidade.

6 E apelarão para o seu Deus Saclá. Irão até as forças para acusar os homens grandes que se encontram na Glória delas.

7 Dirão a Saclá: “Que é a força destes homens que vieram a tua presença, que ficaram presos entre a semente de Cam e Jafeth, que atingirão o número de quatrocentos mil? Foram introduzidos em outro éon, (diferente) daquele do qual surgiram, tendo arrastado toda a Glória da tua força e domínio da tua mão.

De fato, a semente de Noé, através de seu filho, executou plenamente a tua vontade, e (assim fizeram) todas as forças que se encontram nos éons em que domina o teu poder; enquanto que esses homens e todos os que residem na Glória deles não executaram a tua vontade. Pelo contrário, suprimiram toda a tua grandeza.”

FOGO E BETUME

1 Então o Deus dos éons dar-lhes-á (alguns) dos que o servem (…) eles irão para aquela terra na qual se encontram os homens grandes, que se não mancharam e não se mancharão de qualquer baixeza; já que a sua alma não veio de uma mão imaculada, mas surgiu de um forte comando de um anjo eterno.

2 Então sobre aqueles homens serão lançados fogo, enxofre e betume; fogo e névoa descerão sobre aqueles homens e os olhos das forças dos Portadores da Luz ficarão cegos, de modo que nesses dias os éons não poderão enxergar por meio deles.

3 Descerão grandes nuvens luminosas e sobre elas descerão outras nuvens luminosas provenientes dos grandes éons. Descerão Abrasax, Sablo e Gamaliel e libertarão aqueles homens do fogo e da cólera; leva-los-ão a alturas que superarão a dos éons e a dos arcontes das forças; liberta-los-ão, dar-lhes-ão a eterna Glória da vida e introduzi-los-ão na força dos éons.

4 O éon indestrutível é a morada daqueles grandes Portadores da Luz, dos anjos santos e dos éons. os homens tornar-se-ão semelhantes aos anjos, urna vez que a estes não são estranhos, e também porque agem por intermédio da semente indestrutível.

ÚLTIMOS CHOQUES ENTRE AS DUAS GERAÇÕES

1 Pela terceira vez tornará a passar, com grande glória, o Portador da Luz do conhecimento para deixar atrás de si um testemunho da grande semente de Noé e dos filhos Cam e Jafeth, para deixar atrás de si árvores frutíferas.

2 Ele salvará suas almas do dia da morte, pois que toda criatura vinda à terra morta passa a estar sob o poder da morte.

3 Mas todos os que meditam em seu coração sobre o conhecimento do Deus eterno não perecerão, ainda que não tenham recebido o Espírito desta autoridade soberana, uma vez que o receberão de um sábio anjo eterno.

4 Descerá depois o grande Portador da Luz do conhecimento sobre a criatura morta que será destruída por obra da descendência de Seth; ele executará prodígios e produzirá sinais para confusão de suas forças e de seus arcontes.

5 Então, abalado, o deus das forças dirá: “Que forças é a deste homem, que é superior a nós?” Conseqüentemente, uma grande cólera se manifestará contra aquele Homem; e a Glória se retrairá para o interior das casas santas por Ele escolhidas para ela. Mas as torças não a enxergarão com seus olhos, nem verão o Portador da Luz.

6 Então elas atormentarão a carne do Homem sobre o qual desceu o Espírito Santo.

DESCIDA DO PORTADOR DA LUZ

1 Então os anjos e todas as gerações das forças tratarão este nome como uma ilusão, perguntando-se: “De onde veio? De onde vieram estas palavras ilusórias que todas as forças não puderam descobrir?”

2 O primeiro reino diz dele: “Ele surgiu como Senhor de um reino santo e excelso, um espírito o transportou para o céu; Ele foi alimentado nos céus; Ele recebeu a Glória e a força naquele lugar, veio ao colo de sua mãe; e assim desceu sobre a água.”

3 O segundo reino diz dele:

“Ele surgiu de um grande profeta. Veio de uma ave e carregou a criança que havia nascido, e transportou-a para um elevado monte. Foi alimentado pela ave do céu. Aqui apareceu um anjo e disse-lhe:

‘Levanta-Te! Deus glorificou-Te!’ Recebeu Glória e força. E assim desceu sobre a água.”

4 O terceiro reino diz dele: “Ele surgiu de um ventre virginal; Ele foi expulso de sua cidade, Ele e sua mãe; e foi conduzido para um lugar deserto, e aí foi alimentado. Veio. Recebeu Glória e força. E assim desceu sobre a água.”

5 O quarto reino diz dele: “Ele surgiu de uma virgem; que o deu à luz secretamente; Salomão procurou-o, e com ele Farsális, Samuel, e os exércitos por eles enviados; Salomão mandou também um exército de demônios para que procurasse a virgem. Eles porém não encontraram aquela a quem caçavam. Mas a virgem que aqueles foi entregue era a que eles levaram. Salomão tomou-a, e a virgem ficou grávida. Naquele dia ela gerou a criança e alimentou-a nas margens do deserto. Enquanto era alimentada Recebeu Glória e força da semente por obra da qual havia sido gerada. E assim desceu sobre a água.”

6 O quinto reino diz dele: “Ele surgiu de uma gota do céu lançado no mar; o abismo acolheu-o e gerou-o e levou-o para o céu. Recebeu Glória e força E assim desceu sobre a água.”

7 O sexto reino diz dele: “Um reino consentiu em descer até este éon, aqui embaixo; para colher flores (para ela). Ela concebeu pelo desejo que provou pelas flores e gerou-o nesse lugar. os anjos do jardim florido alimentaram-no. recebeu Glória e força nesse lugar. E assim desceu sobre a água.”

8 O sétimo reino diz dele: “Ele é uma gota Que desceu do céu até a terra. Dragões a levaram para cavernas e ela tornou-se criança. Um espírito desceu sobre ela, conduziu-a até o alto, para o lugar de onde a gota havia surgido. recebem Glória e força nesse lugar. E assim desceu sobre a água.”

9 O oitavo reino diz dele: “Uma nuvem desceu a terra e envolveu um penhasco; Ele surgiu deste. Alimentaram-no os anjos que se encontravam sobre a nuvem. Nesse lugar recebeu Glória e força. E assim desceu sobre a terra.”

10 O nono reino diz dele: “Das nove Musas uma se desprendeu e desceu sobre outra montanha; passou algum tempo lá sentada, desejando-se a si própria com o fim de se tornar andrógina. O seu desejo cumpriu-se e engravidou pelo desejo de si mesma. Ele nasceu. Alimentaram-no os anjos, que estavam acima de seu desejo. Naquele lugar recebeu Glória e força. E assim desceu sobre a água.”

11 O décimo reino diz dele: “O seu Deus amou uma nuvem de desejo. Gerou-o sobre a sua mão e lançou sobre a nuvem a seu lado (um pouco) daquela gota, e Ele nasceu. Naquele lugar recebeu Glória e força. E assim desceu sobre a água.”

12 O décimo primeiro reino diz dele: “O Pai desejou a própria filha. Ela engravidou de seu Pai. Ela colocou a criança numa caverna, adentrando o deserto. Naquele lugar o anjo alimentou-a E assim desceu sobre a água.”

13 O décimo segundo reino diz dele: “Ele veio de dois Portadores da Luz. Lá Ele foi alimentado. Ele recebeu Glória e força e assim desceu sobre a água.”

14 O décimo terceiro reino diz dele: “Cada parto do arconte deles é uma palavra. E naquele lugar esta palavra recebeu um comando. Ele recebeu Glória e força. E assim desceu sobre a água, para que o desejo destas forças fosse satisfeito.”

15 E a geração sem rei diz: “Deus acolheu-o entre todos os éons. Mandou que o conhecimento do imaculado da verdade estivesse nele. Ele disse: `De um ambiente estranho, dos grandes éons, veio o grande Portador da luz. Ele deu inicio à geração dos homens por Ele escolhidos para resplandecerem por Ele, para poderem resplandecer sobre todo o éon’.”

LUTA – CONHECIMENTO – BATISMO

1 Então a semente combaterá a força de quantos sobre a água torrarem o seu Nome e com todos eles.

E uma nuvem escura descerá sobre eles; e os povos falarão em voz alta dizendo:

“Feliz a alma dos que conheceram Deus por meio de um conhecimento de verdade.

Estes viverão por toda a eternidade, porque não foram corrompidos pelos seus desejos, tremi pelos dos anjos, nem conheceram as obras das forças, mas irão à sua presença dando mostras de um conhecimento de Deus que é como luz advinda do fogo e do sangue.

Nós, pelo contrario, executamos todas as obras das forças na incompreensão.

Nós nos orgulhamos de transgressão, de todas as nossas obras.

Nós bradamos contra o Deus da Verdade, mas agora todas as suas obras prevaleceram porque Ele é eterno.

Estas (obras) são contrárias ao nosso espírito; com efeito, nós agora compreendemos que a nossa alma de morte, morrerá.”

3 Então sobre eles desceu uma voz que disse: “Michel, Michar e Mnesinus, que estais designados para o santo batismo e para a água da vida, por que haveis bramado contra o Deus vivo com vozes ímpias e línguas sobre as quais não rege lei alguma, e com almas repletas de sangue e de torpes ações? Vós (não) tendes obras que se relacionam com a Verdade, e contudo os vossos caminhos se encontram repletos de regozijo e de júbilo.

4 “Vosso pensamento não se assemelha ao dos homens que perseguis, porque eles não satisfazem às vossas ambições: o fruto deles não murchará, pelo contrário, eles serão por longo tempo conhecidos como os grandes éons.

6 “Porque as palavras do Deus dos éons, que eles guardaram, não foram reunidas no livro e nele não foram escritas.”

PALAVRAS SOBRE A MONTANHA

1 “Pelo contrário, serão levadas por seres angélicos e todas as gerações humanas não as conhecerão; porque elas se encontrarão numa elevada montanha, sobre um penedo de verdade.

2 “Portanto, ‘as palavras da imortalidade e da Verdade’ serão ditas aqueles que conhecem o Deus eterno com sabedoria de conhecimento e por intermédio do ensinamento eternamente advindo dos anjos: porque Ele conhece todas as coisas.”

3 Estás são as revelações que Adão fez a seu filho Seth, e que Seth transmitiu à sua semente.

4 Este é o conhecimento secreto que Adão legou a Seth, ou seja, o santo batismo de quantos têm o conhecimento eterno por intermédio da obra daqueles que nasceram pela palavra e dos imortais Portadores da Luz advindos da santa semente: Jesus, Mazereus, Iessedekeus: a Água Viva. Fim

Sobre o autor

Hélio Clemente

Meu nome é Helio Clemente: Tenho 72 anos, sou engenheiro, brasileiro, divorciado, graduado pela USP em 1967. Não defendo ou divulgo nenhuma denominação em particular, cristianismo é somente o evangelho, e o evangelho é toda a Escritura, desde o Gênesis até o Apocalipse.

comente

Clique aqui para enviar um comentário