Aviso

Somos um site cristão, em conformidade com os padrões reformados, não concordamos obrigatoriamente com as opiniões emitidas nos livros postados, todavia, sabemos que um cristianismo saudável somente pode ser exercido através do conhecimento. Desta forma, sigamos o conselho do apóstolo: “Julgai todas as coisas, retende o que é bom”. Louvado seja Deus!

ESTATÍSTICAS

vivendopelapalavra.com
Na internet desde Outubro/2011
Total de visitas até julho de 2020:
1.277.431
Total de páginas visitadas até julho de 2020:
3.924.272

Mais baixados

Apocalipse de Paulo
E ele falou para ele, dizendo, "Por qual estrada eu devo subir para Jerusalém?" A criança pequena respondeu, dizendo, "Diga seu nome, para que eu possa te mostrar a estrada".
Apocalipse

Evangelhos Apócrifos – Apocalipse de Paulo

www.autoresespiritasclassicos.com

A Biblioteca de Nag Hammadi

Apocalipse de Paulo

 […] a estrada. E ele falou para ele, dizendo, “Por qual estrada eu devo subir para Jerusalém?” A criança pequena respondeu, dizendo, “Diga seu nome, para que eu possa te mostrar a estrada”. A criança pequena sabia quem Paulo era. Ele desejava conversar com ele através das palavras dele, para que ele pudesse encontrar um pretexto para falar com ele.

A criança pequena falou, dizendo “Eu sei quem você é, Paulo. Você é aquele que foi abençoado do útero de sua mãe. Pois eu vim até você para que você possa subir para Jerusalém, para os seus companheiros apóstolos. E por esta razão você foi chamado. E eu sou o Espírito que te acompanha. Deixe a sua mente acordar, Paulo, com […]. Pois […] inteiro que […] entre todos os poderes supremos e estas autoridades e arcanjos e poderes e a raça inteira de demônios, […] aquela que revela corpos para uma alma-semente.”

E após ele ter concluído esse discurso, ele falou, dizendo para mim, “Deixe a sua mente acordar, Paulo, e veja que esta montanha sobre a qual você está parado é a montanha de Jericó, para que você possa conhecer as coisas escondidas naquelas que são visíveis. Agora você irá para os doze apóstolos, pois eles são espíritos eleitos, e eles te saudarão.” Ele elevou seus olhos e viu eles o saudando.

Então o Espírito Sagrado que estava falando com ele o alçou alto para o terceiro céu, e ele passou além para o quarto céu. O Espírito Sagrado falou para ele, dizendo, “Olhe e veja sua semelhança sobre a terra.” E ele olhou para baixo e viu aqueles que estavam sobre a terra. Ele observou e viu aqueles que estavam sobre os […]. Então ele fitou abaixo e viu os doze apóstolos à sua direita e à sua esquerda na criação; e o Espírito estava indo na frente deles.

Mas eu vi no quarto céu de acordo com categoria – Eu vi anjos parecendo deuses, os anjos trazendo uma alma para fora da terra dos mortos. Eles a puseram frente ao portão do quarto céu. E os anjos estavam açoitando ela. A alma falou, dizendo, “Que pecado foi que eu cometi no mundo?” O coletor de impostos que habita no quarto céu respondeu, dizendo, “Não foi correto cometer todas aquelas ações sem lei que existem no mundo dos mortos”. A alma respondeu, dizendo, “Traga testemunhas! Deixem que elas te mostrem em qual corpo eu cometi ações sem lei. Você gostaria de trazer um livro para consulta?”

E as três testemunhas vieram. A primeira falou, dizendo, “Eu não estava no corpo na segunda hora […]? Eu me levantei contra você até que você caiu em raiva e fúria e inveja.” E a segunda falou, dizendo, “Eu não estava no mundo? E eu entrei na quinta hora, e eu te vi e te desejei. E veja, portanto, agora eu te acuso dos assassinatos que você cometeu.” A terceira falou, dizendo, “Eu não vim até você na décima segunda hora do dia, quando o sol estava quase se pondo? Eu te dei escuridão até que você tivesse realizado seus pecados.” Quando a alma ouviu estas coisas, ela olhou para baixo com tristeza. E então ela olhou para cima. Ela foi lançada para baixo. A alma que havia sido lançada para baixo foi para um corpo que havia sido preparado para ela. E veja, suas testemunhas tinham terminado.

Então eu olhei para cima e vi o Espírito me dizendo, “Paulo, venha! Prossiga até mim!”. Então quando eu fui, o portão se abriu, e eu subi até o quinto céu. E eu vi meus companheiros apóstolos indo comigo enquanto o Espírito nos acompanhava. E eu vi um grande anjo no quinto céu segurando um bastão de ferro em sua mão. Havia três outros anjos com ele, e eu olhei nos rostos monstruosos deles. Mas eles estavam se rivalizando, com chicotes em suas mãos, empurrando as almas para o julgamento. Mas eu fui com o Espírito e o portão abriu para mim.

Então nós subimos para o sexto céu. E eu vi meus companheiros apóstolos indo comigo, e o Espírito Sagrado estava me conduzindo adiante deles. E eu olhei para cima ao alto, e vi uma grande luz brilhando para baixo sobre o sexto céu. Eu falei, dizendo para o coletor de impostos que estava no sexto céu, “Abra para mim e para o Espírito sagrado que está diante de mim.” Ele abriu para mim.

Então nós subimos para o sétimo céu, e eu vi um homem velho […] luz e cuja vestimenta era branca. O trono dele, que está no sétimo céu, era sete vezes mais brilhante do que o sol. O homem velho falou, dizendo para mim, “Aonde você vai, Paulo? Ó abençoado e aquele que foi separado do útero de sua mãe.” Mas eu olhei para o Espírito, e ele estava acenando com a cabeça, me dizendo, “Fale com ele!”. E eu respondi, dizendo para o homem velho, “Eu estou indo para o lugar de onde eu vim.” E o homem velho me respondeu, “De onde você veio?” Mas eu respondi, dizendo, “Eu estou descendo ao mundo dos mortos para aprisionar a escravidão que aprisionou na escravidão da Babilônia.” O homem velho respondeu me dizendo, “Como você será capaz de escapar de mim? Olhe e veja os poderes supremos e autoridades.” O Espírito falou, dizendo, “Dê-lhe o sinal que você tem, e ele abrirá para você.” E então eu lhe dei o sinal. Ele voltou sua face para baixo, para a criação dele e aqueles que são as autoridades pertencentes a ele.

E então o sétimo céu abriu e nós subimos para o Ogdoad. E eu vi os doze apóstolos. Eles me saudaram, e nós subimos ao nono céu. Eu saudei todos aqueles que estavam no nono céu, e nós subimos para o décimo céu. E eu saudei meus espíritos companheiros.

Sobre o autor

Hélio Clemente

Meu nome é Helio Clemente: Tenho 72 anos, sou engenheiro, brasileiro, divorciado, graduado pela USP em 1967. Não defendo ou divulgo nenhuma denominação em particular, cristianismo é somente o evangelho, e o evangelho é toda a Escritura, desde o Gênesis até o Apocalipse.

comente

Clique aqui para enviar um comentário