Aviso

Somos um site cristão, em conformidade com os padrões reformados, não concordamos obrigatoriamente com as opiniões emitidas nos livros postados, todavia, sabemos que um cristianismo saudável somente pode ser exercido através do conhecimento. Desta forma, sigamos o conselho do apóstolo: “Julgai todas as coisas, retende o que é bom”. Louvado seja Deus!

ESTATÍSTICAS

vivendopelapalavra.com
Na internet desde Outubro/2011
Total de visitas até março de 2019:
1.066.209
Total de páginas visitadas até março 2019:
2.789.891

Mais Baixados

Comentários Bíblicos

Introdução e Comentário (Antigo Testamento) vol. 12 – Ester

PREFÁCIO GERAL
O alvo desta série de comentários é equipar o estudante da Bíblia com
um comentário conveniente e atualizado sobre cada livro, ressaltando-se, em primeiro lugar, a exegese. As questões criticas de maior importância se discutem nas introduções e notas adicionais, mas detalhes técnicos desnecessários foram evitados.
Nesta série, os autores individuais são, naturalmente, livres para fazer
suas contribuições distintivas, e para expressar seu próprio ponto de vista sobre todas as questões controvertidas. Dentro dos limites necessários do espaço, freqüentemente chamam a atenção para interpretações que eles pessoalmente não sustentam, mas que representam as conclusões declaradas de colegas crentes sinceros.
O livro de Ester é uma história singular e vívida acerca das lutas de um
povo em minoria e sua crença. Não obstante, muitas pessoas ainda o criticam pela ausância do Nome Divino e por aspectos do nacionalismo e vingança que ele retrata. A autora encara este e outros assuntos com honestidade, e vâ Deus operando nos interesses pessoais e nacionais. Como resultado, tem-se um comentário sensível, cheio de detalhes cuidadosamente pesquisados, que iluminam os panos-de-fundo cultural e histórico, os quais enfatizam o valor espiritual e literário do livro. Joyce Baldwin também nos fornece novas visões e apresenta- nos lições aplicáveis em qualquer época de turbulência.
No Antigo Testamento, especialmente, nenhuma tradução é suficiente,
por si mesma, para refletir o texto original. Os autores destes comentários,
portanto, citam livremente várias versões, ou oferecem sua própria tradução, na tentativa de tornar significantes em nossos dias as passagens ou palavras mais difíceis. Quando há necessidade, palavras do Texto Massorético hebraico (e aramaico) que subjazem estes estudos são transliteradas. Desta maneira, o leitor que talvez não tenha familiaridade com as línguas semíticas, será ajudado a identificar a palavra sob discussão, podendo assim, acompanhar o argumento.
A cada passo nestes comentários, pressupõe-se que o leitor tem à mão uma
boa versão da Bíblia em português, ou até mais.
Há sinais de um interesse renovado no significado e na mensagem do
Antigo Testamento, e espera-se que esta série venha a promover o estudo
sistemático da revelação de Deus, da Sua vontade e dos Seus caminhos, conforme se vêem nestes registros. É a oração do editor e da publicadora, como também dos autores, que estes volumes ajudem muitas pessoas a compreenderem a Palavra de Deus e a corresponderem a ela hoje.
D. J. Wiseman


PREFÁCIO DA AUTORA
Foi no fim da década de 1960 que comecei a aplicar a mente ao livro de
Ester, tendo sido convidada para contribuir com subsídios acerca de Rute e
Ester para o The New Bible Commentary Revised (O Novo Comentário da Biblia Revisado). Nunca me preocupei com o fato de ser coincidência ou não o terem sido atribuídos à única colaboradora mulher esses dois livros que têm nomes femininos. Certamente fiquei muito feliz em poder pesquisar acerca destes livros de valor, pelos quais desde então passei a dedicar um amor especial, e agradeço ao editor da Série Tyndale por me ter convidado para escrever este comentário.
As notas ao rodapé revelam que me tomei devedora a muitas pessoas
durante o processo de familiarização com muitos aspectos fascinantes deste livro de Ester. Em particular eu gostaria de expressar o quanto devo ao “Trinity College” , de Bristol, por me ter dado permissão para usar a sua biblioteca, agora que não o posso fazer mais por direito.
Em geral usei o texto da Bíblia na “ Revised Standard Version” (em português, a versão usada com mais freqüência neste comentário é a de Almeida Revista e Atualizada), a não ser que seja indicado de outra forma.
Joyce Baldwin


PREFÁCIO À EDIÇÃO EM PORTUGUÊS
Todo estudioso da Bíblia sente a falta de bons e profundos comentários
em português. A quase totalidade das obras que existem entre nós pecam pela superficialidade, tentando tratar o texto bíblico em poucas linhas. A Série Cultura Bíblica vem remediar esta lamentável situação sem que peque, de outro lado, por usar de linguagem técnica e de demasiada atenção a detalhes.
Os Comentários que fazem parte desta coleção Cultura Bíblica são ao
mesmo tempo compreensíveis e singelos. De leitura agradável, seu conteúdo é de fácil assimilação. As referências a outros comentaristas e as notas de rodapé são reduzidas ao mínimo. Mas nem por isso são superficiais. Reúnem o melhor da perícia evangélica (ortodoxa) atual. O texto é denso de observações esclarecedoras.
Trata-se de obra cuja característica principal é a de ser mais exegética
que homílética. Mesmo assim, as observações não são de teor acadêmico. E
muito menos são debates infindáveis sobre minúcias do texto. São de grande utilidade na compreensão exata do texto e proporcionam assim o preparo do caminho para a pregação. Cada Comentário consta de duas partes: uma introdução que situa o livro bíblico no espaço e no tempo e um estudo profundo do texto a partir dos grandes temas do próprio livro. A primeira trata as questões criticas quanto ao livro e ao texto. Examinam-se as questões de destinatários, data e lugar de composição, autoria, bem como ocasião e propósito. A segunda analisa o texto do livro seção por seção. Atenção especial é dada às palavras chave e a partir delas procura compreender e interpretar o próprio texto. Há bastante ‘‘carne’’ para mastigar nestes comentários.
Esta série sobre o A.T. deverá constar de 24 livros de perto de 200 páginas
cada um. Os editores, Edições Vida Nova e Mundo Cristão, têm programado
a publicação de, pelo menos, dois livros por ano. Com preços moderados
para cada exemplar, o leitor, ao completar a coleção, terá um excelente e profundo comentário sobre todo o A.T. Pretendemos, assim ajudar os leitores de língua portuguesa a compreender o que o texto vétero-testamentário de fato diz e o que significa. Se conseguirmos alcançar este propósito seremos gratos a Deus e ficaremos contentes porque este trabalho não terá sido em vão.
Richard Sturz

Sobre o autor

Hélio Clemente

Meu nome é Helio Clemente: Tenho 72 anos, sou engenheiro, brasileiro, divorciado, graduado pela USP em 1967. Não defendo ou divulgo nenhuma denominação em particular, cristianismo é somente o evangelho, e o evangelho é toda a Escritura, desde o Gênesis até o Apocalipse.

comente

Clique aqui para enviar um comentário