Aviso

Somos um site cristão, em conformidade com os padrões reformados, não concordamos obrigatoriamente com as opiniões emitidas nos livros postados, todavia, sabemos que um cristianismo saudável somente pode ser exercido através do conhecimento. Desta forma, sigamos o conselho do apóstolo: “Julgai todas as coisas, retende o que é bom”. Louvado seja Deus!

ESTATÍSTICAS

vivendopelapalavra.com
Na internet desde Outubro/2011
Total de visitas até março de 2019:
1.066.209
Total de páginas visitadas até março 2019:
2.789.891

Mais Baixados

Comentários Bíblicos

MATEUS 11,14

MATEUS 11,14 – JOÃO BATISTA E ELIAS

Mateus 11,14: “E, se o quereis reconhecer, ele mesmo é Elias, que estava para vir”.

1 – Elias não morreu, mas foi trasladado, ou seja, levado em vida para o céu, assim como Enoque:

2 Reis 2,11: “E sucedeu que, indo eles andando e falando, eis que um carro de fogo, com cavalos de fogo, os separou um do outro: e Elias subiu ao céu num redemoinho”.

Gênesis 5,24: “E andou Enoque com Deus; e não se viu mais; porquanto Deus para si o tomou”.

2 – O anjo de Deus aparece a Zacarias anunciando o nascimento de João Batista que haveria de vir no espírito e virtude de Elias, ou seja: Como Elias, da mesma maneira que Elias:

Lucas 1,17: “E irá adiante dele no espírito e virtude de Elias, para converter os corações dos pais aos filhos, e os rebeldes à prudência dos justos; com o fim de preparar ao Senhor um povo bem disposto”.

3 – Elias apareceu em espírito, juntamente com Moisés, aos apóstolos depois da morte de João Batista durante o episódio da transfiguração de Jesus:

Mateus 17,3-4: “E eis que lhes apareceram Moisés e Elias, falando com ele. E Pedro, tomando a palavra, disse a Jesus: Senhor, bom é estarmos aqui; se queres, façamos aqui três tendas, uma para ti, um para Moisés, e um para Elias”.

4 – João Batista nega textualmente que seja Elias:

João 1,21: “E perguntaram-lhe: Então quê? És tu Elias? E disse: Não sou. És tu profeta? E respondeu: Não”.

João 1,25: “E perguntaram-lhe, e disseram-lhe: Por que batizas pois, se tu não és o Cristo, nem Elias, nem o profeta?”

5 – Os apóstolos não cogitavam que João Batista fosse Elias:

Marcos 8,27-28: “E saiu Jesus e os seus discípulos para as aldeias de Cesaréia de Filipe; e, no caminho, perguntou aos seus discípulos, dizendo: Quem dizem os homens que eu sou? E eles responderam: João Batista; e outros: Elias; mas outros: Um dos profetas”.

Vejamos a previsão na profecia de Malaquias.

Malaquias 4,5-6: “Eis que eu vos enviarei o profeta Elias, antes que venha o grande e terrível Dia do SENHOR. ele converterá o coração dos pais aos filhos e o coração dos filhos a seus pais, para que eu não venha e fira a terra com maldição.”.

O sentido do verso acima, de Malaquias, é que João Batista havia de ligar o Velho com o Novo Testamento, da mesma forma que Elias ligou o período dos Juízes com o período dos Reis de Israel.

Elias foi o último dos Juízes e João Batista o último dos profetas do Velho Testamento, ambos fizeram a ligação de períodos que se sucederam na história do povo de Deus.

Vemos abaixo, mais uma vez, que João Batista nega textualmente que seja o profeta Elias.

João 1,19-23: “E este é o testemunho de João, quando os judeus mandaram de Jerusalém sacerdotes e levitas para que lhe perguntassem: quem és tu? E confessou, e não negou; confessou: Eu não sou o Cristo. E perguntaram-lhe: Então quê? És tu Elias? E disse: Não sou. És tu profeta? E respondeu: Não. Disseram-lhe pois: quem és? para que demos resposta àqueles que nos enviaram; que dizes de ti mesmo? Disse: Eu sou a voz do que clama no deserto: Endireitai o caminho do Senhor, como disse o profeta Isaías”.

Isaías 40,3: “Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do SENHOR; endireitai no ermo vereda a nosso Deus”.

Lucas afirma que João viria ao mundo com a mesma função de Elias. No verso abaixo o evangelista declara positivamente que a profecia a respeito da vinda de Elias foi cumprida na pessoa de João Batista, compare os trechos sublinhados em Malaquias, acima, e Lucas, abaixo.

Lucas 1,13-15: “Mas o anjo lhe disse: Zacarias, não temas, porque a tua oração foi ouvida, e Isabel, tua mulher, dará à luz um filho, e lhe porás o nome de João; E terás prazer e alegria, e muitos se alegrarão no seu nascimento, Porque será grande diante do Senhor, e não beberá vinho, nem bebida forte, e será cheio do Espírito Santo, já desde o ventre de sua mãe; e converterá muitos dos filhos de Israel ao Senhor seu Deus, E irá adiante dele (de Jesus) no espírito e virtude de Elias, para converter os corações dos pais aos filhos, e os rebeldes à prudência dos justos; com o fim de preparar ao Senhor um povo bem disposto”.

É importante notar que não é correto tomar literalmente as profecias do Velho Testamento, Lucas diz claramente que João viria no “espírito e poder” de Elias, o que exprime função e comportamento; o sentido do verso não permite supor que Elias viria em pessoa, uma vez que ele foi trasladado aos céus pelo poder de Deus. Na parábola do rico e do mendigo Lázaro, Lucas diz que ninguém se desloca do céu para a terra.

Lucas 16,26: “E, além de tudo, está posto um grande abismo entre nós e vós, de sorte que os que querem passar daqui para vós outros não podem, nem os de lá passar para nós”.

Lucas também não diz que João Batista iria incorporar o espírito vital de Elias, pelo mesmo motivo exposto no verso acima, e também que o espírito de Elias aparece aos apóstolos durante a transfiguração de Jesus após a morte de João.

Sobre o autor

Hélio Clemente

Meu nome é Helio Clemente: Tenho 72 anos, sou engenheiro, brasileiro, divorciado, graduado pela USP em 1967. Não defendo ou divulgo nenhuma denominação em particular, cristianismo é somente o evangelho, e o evangelho é toda a Escritura, desde o Gênesis até o Apocalipse.

comente

Clique aqui para enviar um comentário