Aviso

Somos um site cristão, em conformidade com os padrões reformados, não concordamos obrigatoriamente com as opiniões emitidas nos livros postados, todavia, sabemos que um cristianismo saudável somente pode ser exercido através do conhecimento. Desta forma, sigamos o conselho do apóstolo: “Julgai todas as coisas, retende o que é bom”. Louvado seja Deus!

ESTATÍSTICAS

vivendopelapalavra.com
Na internet desde Outubro/2011
Total de visitas até agosto de 2018:
1.027.377
Total de páginas visitadas até agosto 2018:
2.623.764

Mais Baixados

Doutrina da salvação

O ESTUDO DO PECADO – RESUMO

O ESTUDO DO PECADO – RESUMO

vivendopelapalavra.com

Por: Helio Clemente

 

Existem cinco áreas principais de pecado que podem ser definidas a partir do mandamentos bíblicos e podem ser resumidas conforme relacionado abaixo.

Todo pecado é abominável para Deus, seja ele qual for, mas podemos estabelecer uma certa ordem de gravidade nos pecados conforme numerados a seguir:

1 –     Orgulho contra Deus: Todo pecado é abominável para Deus, todavia, o pecado cometido diretamente contra o Ser perfeito de Deus é, sem sombra de dúvida, o mais grave. Quanto maior o conhecimento recebido, quanto maior a religiosidade, mais grave o pecado. Nos dez mandamentos, os pecados contra Deus encontram-se nos primeiros lugares, somente depois entram os pecados contra o homem, de onde se pode ver a gravidade devida a estes pecados.

No fecho dos três primeiros mandamentos que dizem respeito diretamente a Deus, apresenta-se a única advertência que acompanha todos os mandamentos, o que traduz a importância e seriedade em se respeitar o Ser infinito e perfeito de Deus.

“Não terei por inocente aquele que tomar o meu santo nome em vão!”.

2 –    Falsas atividades religiosas – idolatria: As falsas atividades religiosas, mesmo com aspecto de piedade, sempre conduzem à idolatria, culto ao ego, adoração da criatura em lugar do criador, feitiçaria e a procura pela honra e glória entre os homens, afastando a pessoa definitivamente de Deus.

3 –    Ofensas e prejuízos ao próximo – ódio, rancor, inveja: As atitudes contra outras pessoas sempre representam negatividade total, o amor cristão não se traduz em sentimentos, mas é uma lei de ação constituída de atos práticos que não admitem prejuízos deliberados contra o próximo.

Esta negação do amor cristão não se reflete somente em atos ou pensamentos, mas também na omissão. Muitas vezes este mesmo amor exige do cristão o julgamento e a repreensão, que não podem ser relegados em casos de desvio doutrinário ou comportamento indevido, a tolerância aos pecados doutrinários, tão comum na igreja cristã, ofendem a Deus e trazem prejuízos incalculáveis ao próximo, por este motivo devem ser denunciados e combatidos com rigor.

É sempre bom lembrar que, no Livro do Apocalipse, os covardes encabeçam a lista dos ímpios destinados ao lago de fogo.

4 –     As práticas sexuais ilícitas: O adultério, o incesto, a prostituição, a sedução, as falsas promessas, o homossexualismo, a pedofilia, a zoofilia, a sodomia e a violência sexual.

Todo ato sexual ilícito é condenável, pela ofensa a Deus e pelas suas consequências quase sempre desastrosas. O ideal é que o ato sexual seja fruto do amor, respeito e do comprometimento sincero e recíproco entre pessoas de sexo oposto unidas pelo matrimônio.

5 – Drogas, embriaguês – Domínio próprio: Por fim, tudo o que leva a perder o domínio próprio é condenável e deve ser evitado a todo custo. Além desta consideração, qualquer coisa que provoque deliberadamente prejuízos ou destruição da mente ou do corpo físico, também é condenável, pois está dito que o corpo do cristão é o templo do Espírito Santo.

Sobre o autor

Hélio Clemente

Meu nome é Helio Clemente: Tenho 72 anos, sou engenheiro, brasileiro, divorciado, graduado pela USP em 1967. Não defendo ou divulgo nenhuma denominação em particular, cristianismo é somente o evangelho, e o evangelho é toda a Escritura, desde o Gênesis até o Apocalipse.

comente

Clique aqui para enviar um comentário