Aviso

Somos um site cristão, em conformidade com os padrões reformados, não concordamos obrigatoriamente com as opiniões emitidas nos livros postados, todavia, sabemos que um cristianismo saudável somente pode ser exercido através do conhecimento. Desta forma, sigamos o conselho do apóstolo: “Julgai todas as coisas, retende o que é bom”. Louvado seja Deus!

ESTATÍSTICAS

vivendopelapalavra.com
Na internet desde Outubro/2011
Total de visitas até setembro de 2019:
1.142.054
Total de páginas visitadas até setembro 2019:
3.190.104

Mais Baixados

Literatura clássica

O reino de Deus está em vós – TOLSTOI

PREFÁCIO
Em 1844 escrevi um livro, intitulado Em que consiste a minha fé1, no qual, de fato, expus todas minhas crenças.
1Esta obra foi traduzida e publicada em francês com o título A minha religião.
Manifestando minha maneira de compreender a doutrina do Cristo, não disse por que considero como heresia aquela religião oficial chamada cristianismo.
Esta difere, em minha opinião, daquela de Cristo em muitos pontos, entre os quais constatei, antes de tudo, a supressão do mandamento que nos proíbe opormo-nos ao mal com a força. Mais do que qualquer outro, este desvio de doutrina é uma prova evidente do quanto a igreja oficial havia desnaturado os princípios de Cristo.
Eu, aliás, como tantas outras pessoas, era bem pouco informado sobre o que, nos tempos antigos, fora feito, dito ou escrito a respeito desta tão importante questão: a da não-resistência ao mal.
Sabia, porém, o que disto pensavam os padres da igreja, como Orígenes,
Tertuliano e tantos outros. Não ignorava sequer que existiam e existem ainda certas seitas chamadas me-nonitas, hernutos, quakers, que rejeitam o serviço militar e não admitem que os cristãos portem armas. Mas eu sabia tudo isto de forma por demais imperfeita para poder aprofundar e esclarecer por completo este assunto.
Como esperava, meu livro não foi autorizado pela censura russa. Mas, graças talvez a minha fama, graças também, sem dúvida, ao interesse que despertavam estas questões, meu trabalho fez um grande sucesso na Rússia e inúmeras traduções foram feitas no exterior. Isto provocou, assim, interessantes comunicados em apoio a minha tese, além de uma longa série de críticas.
Esse choque de idéias, somado aos últimos acontecimentos históricos,
esclareceu-me muitos pontos que haviam permanecido obscuros e me conduziu a novas conclusões, sobre as quais me estenderei dentro em pouco.
Antes de mais nada, direi poucas palavras sobre os comunicados que me foram feitos a respeito da não-resistência ao mal, alongar-me-ei então sobre os comentários que esta questão provocou por parte dos críticos eclesiásticos ou leigos e terminarei com as conclusões que me parecem derivar deste estudo e dos últimos acontecimentos históricos.

Sobre o autor

Hélio Clemente

Meu nome é Helio Clemente: Tenho 72 anos, sou engenheiro, brasileiro, divorciado, graduado pela USP em 1967. Não defendo ou divulgo nenhuma denominação em particular, cristianismo é somente o evangelho, e o evangelho é toda a Escritura, desde o Gênesis até o Apocalipse.

comente

Clique aqui para enviar um comentário