Aviso

Somos um site cristão, em conformidade com os padrões reformados, não concordamos obrigatoriamente com as opiniões emitidas nos livros postados, todavia, sabemos que um cristianismo saudável somente pode ser exercido através do conhecimento. Desta forma, sigamos o conselho do apóstolo: “Julgai todas as coisas, retende o que é bom”. Louvado seja Deus!

ESTATÍSTICAS

vivendopelapalavra.com
Na internet desde Outubro/2011
Total de visitas até março de 2018:
995.184
Total de páginas visitadas até março 2018:
2.536.941

Mais Baixados

Pneumatologia - Doutrina do Espírito Santo

O SERMÃO ESCATOLÓGICO DE JESUS – NICODEMUS

O Sermão Escatológico de Jesus: Análise da Influência da Apocalíptica Judaica nos escritos do Novo Testamento
Augustus Nicodemus Lopes*

INTRODUÇÃO
A relação entre o Novo Testamento e os apocalipses judaicos, não só em relação ao gênero literário, mas também em relação ao mundo das idéias dos mesmos, tem ocupado bastante a erudição bíblica. Já em meados do século XIX estudiosos como T. Colani e Weiffenbasch sugeriram que o Sermão Escatológico de Jesus em Marcos 13 era um “pequeno apocalipse.”1 Rudolph Bultmann, indo mais além, declarou que o mundo do Novo Testamento refletia a mitologia apocalíptica encontrada nos apocalipses judaicos e em idéias gregas.2 E a declaração de E. Käsemann, de que “o pensamento apocalíptico é a mãe de toda a teologia cristã,”3 se tornou a abordagem dominante ao Novo Testamento em muitos quartéis da academia bíblica.

Com certeza, um outro fator que contribuiu para o despertamento dos estudiosos para a influência da apocalíptica nos escritos do Novo Testamento foi a tese de Albert Schweitzer de que Jesus e Paulo eram melhor entendidos como apocalípticos.4 A influência de Schweitzer foi muito grande, especialmente porque ele trouxe uma correção necessária aos estudos em busca do Jesus histórico, que haviam ignorado o aspecto escatológico da pregação de Jesus.

 

DOWNLOAD

Sobre o autor

Hélio Clemente

Meu nome é Helio Clemente: Tenho 66 anos, sou engenheiro, brasileiro, divorciado, graduado pela USP em 1967. Não defendo ou divulgo nenhuma denominação em particular, cristianismo é somente o evangelho, e o evangelho é toda a Escritura, desde o Gênesis até o Apocalipse.

comente

Clique aqui para enviar um comentário