Aviso

Somos um site cristão, em conformidade com os padrões reformados, não concordamos obrigatoriamente com as opiniões emitidas nos livros postados, todavia, sabemos que um cristianismo saudável somente pode ser exercido através do conhecimento. Desta forma, sigamos o conselho do apóstolo: “Julgai todas as coisas, retende o que é bom”. Louvado seja Deus!

ESTATÍSTICAS

vivendopelapalavra.com
Na internet desde Outubro/2011
Total de visitas até outubro de 2018:
1.035.642
Total de páginas visitadas até outubro 2018:
2.647.499

Mais Baixados

Comentários Bíblicos

Pentateuco – Deuteronômio – introdução e Comentário

PREFÁCIO DO AUTOR

O interesse considerável que os cristãos primitivos demonstravam pelo livro de Deutoronômio oferece alguma medida de seu significado como livro de devoção e inspiração e como fonte de orientação para a vida.
O leitor com um mínimo de empatia não pode deixar de se sentir desafiado pelas persistentes exigências, ao longo de todo o livro, para que reconheça a completa e singular soberania de Deus em sua vida. Tampouco pode deixar de ser tocado pelo nobre conceito de Deus que subjaz todo o livro.
Mesmo que os grandes princípios contidos em Deuteronômio sejam expressos em termos ocasionalmente estranhos a nós do século XX, é nos possível tomar tais princípios e dar-lhes aplicações atuais. Os resultados serão espantosos. Se o homem do século XX se colocar sob a soberania de Deus em todas as áreas de sua vida começará, assim, a entender o significado do livro de Deuteronômio.
Há muitas questões de natureza técnica, como o contexto histórico, a forma literária, a linguagem, etc., sobre as quais os comentaristas discordam. Pode-se apenas explorar as possibilidades em cada caso e esperar que suija mais luz. Este comentarista está fortemente convencido de que a mão de Moisés pode ser discernida em todo o livro, mesmo que não se possa determinar a extensão do trabalho editorial.
Pareceu valioso utilizar o nome Javé, o nome hebraico para o Deus de Israel, no curso da exposição, na esperança de que o leitor possa apreender algo da majestade e maravilha desse Nome sagrado. Nas versões, a expressão O Senhor parece carecer de algo do caráter do nome hebraico.
Deve-se reconhecimento às muitas e úteis sugestões oferecidas pelo Professor D. J. Wiseman, editor-geral desta série, e também pelo Dr. G. J. Wenham da Queen’s University em Belfast. Merece reconhecimento especial a ajuda oferecida pela esposa do autor na preparação do manuscrito.
As deficiências que permanecem são de exclusiva responsabilidade do autor. É sua esperança que este comentário auxilie o leitor de Deuteronômio a reconhecer a soberania de Deus em todas as áreas de sua vida.
John A. Thompson

Sobre o autor

Hélio Clemente

Meu nome é Helio Clemente: Tenho 72 anos, sou engenheiro, brasileiro, divorciado, graduado pela USP em 1967. Não defendo ou divulgo nenhuma denominação em particular, cristianismo é somente o evangelho, e o evangelho é toda a Escritura, desde o Gênesis até o Apocalipse.

comente

Clique aqui para enviar um comentário