Aviso

Somos um site cristão, em conformidade com os padrões reformados, não concordamos obrigatoriamente com as opiniões emitidas nos livros postados, todavia, sabemos que um cristianismo saudável somente pode ser exercido através do conhecimento. Desta forma, sigamos o conselho do apóstolo: “Julgai todas as coisas, retende o que é bom”. Louvado seja Deus!

ESTATÍSTICAS

vivendopelapalavra.com
Na internet desde Outubro/2011
Total de visitas até outubro de 2018:
1.035.642
Total de páginas visitadas até outubro 2018:
2.647.499

Mais Baixados

Discipulado

Salmos – 7 a 14

 Salmos  7 – 14

Muitos dos temas que aparecem nestes Salmos são os mesmos dos primeiros. Várias vezes, Davi pede a justiça de Deus para corrigir as injustiças neste mundo cheio de maldade. Na leitura destes, devemos observar alguns pontos de especial importância. Entre eles:

  • O homem, mesmo não compreendendo os motivos quando a justiça de Deus demora, pode e deve confiar no Senhor
  • O único refúgio para o homem se encontra em Todas as outras soluções são vãs.
  • O contraste entre a insensatez da incredulidade e a confiança do servo do Senhor

 

Salmo 7               Davi Confia no Julgamento Justo de Deus

1-2          Ele pede livramento dos perseguidores

3-5          Ele declara a sua inocência (em relação às acusações feitas pelos inimigos), dizendo que aceitaria o castigo se tivesse culpa

6-8          Davi pede que Deus julgue entre ele e os povos, confiante de sua própria integridade. Não devemos interpretar as palavras de Davi como afirmações de perfeição, e sim como demonstrações de sua confiança na graça de Deus (veja Romanos 8:31,33)

9-11        Deus julga os corações, estabelecendo os justos e sentindo indignação contra os ímpios

  • O pecador que não se arrepende será castigado por Deus 14-16 O ímpio traz sobre si a conseqüência do seu próprio pecado
    • Concebeu a malícia e dá à luz a mentira, sofrendo as dores de iniqüidade
    • Faz a sua própria sepultura
    • A sua violência recai sobre a sua própria cabeça
    • Davi louva a Deus por sua justiça

 

Salmo 8                O Deus Magnífico Dá Dignidade ao Hom em

  • O nome de Deus é magnífico!
  • Ele cala a boca de todo adversário 3-8 Deus exaltou o hom em

3-4          Em comparação com as grandes obras da criação, o homem não é nada!

5-8          Mas Deus honrou o homem e lhe deu domínio sobre as criaturas da terra

9              O nome de Deus é, realmente, magnífico!

 

Salmo 9                Deus, os Justos e os Ím pios

1-2          Que Deus altíssimo seja louvado!

3-4          A mensagem deste salmo é resumida nestes dois versículos: Os ímpios sofrem castigo

O justo (Davi) é sustentado

Deus, no seu trono, julga retam ente

5-6          Os ímpios são repreendidos e destruídos

7-8          Deus permanece no seu trono de justiça, e governa os povos em retidão 9-10        Os servos oprim idos confiam em Deus, em quem acham refúgio

11-12     Deus é louvado por ser vingador do sangue dos inocentes

13-14     O salmista pede a compaixão de Deus para que possa voltar a louvar a Deus 15-17           Ele pede justiça contra os perversos

18           O sofrimento dos aflitos não será esquecido. Deus trará a justiça e a proteção para eles

19-20     Os mortais não prevalecem diante do julgamento do Senhor

 

Salmo 10             Davi Pede Justiça Divina Contra os Opressores

1              Por quê? Davi expressa a dificuldade do homem em entender a “demora” na justiça divina. Este assunto se manifesta em vários dos salmos, e em outros livros da Bíblia (por exemplo, Habacuque)

2-11        A arrogância dos ímpios

  • Perseguem os pobres
  • Se gloriam da cobiça Maldizem o Senhor
  • Não investigam a existência de Davi, 3.000 anos atrás, identificou o problem a principal das pessoas que dizem não acreditar em Deus: falta de investigação. Para negar a existência de Deus, é necessário fechar os olhos para não ver as evidências abundantes ao nosso redor. Quem age assim é perverso e soberbo

5-6          Na sua prosperidade, não buscam a Deus e não respeitam os adversários. Sentem-se invencíveis.

7              Têm bocas cheias de maldição e mentiras

8-10        Agem como predadores tentando pegar os inocentes e pobres nas suas armadilhas

11           Acha que os seus pecados serão impunes, porque Deus não os vê

12-15     O salmista pede que Deus aja contra os ímpios e a favor dos pobres e oprimidos 16-18         Ele mostra sua confiança que o eterno Deus ouve e age em favor das vítimas

Salmo 11             Confiança no Deus Santo e Justo

1-3          Mesmo encarando as armadilhas dos ímpios, Davi confia no Senhor. Ele recusa fugir para os montes como um pássaro, preferindo achar refúgio em Deus.

4-7          Esta confiança é posta no Deus santo, onisciente e justo. Ele vê tudo (4), julga todos (5), rejeita e castiga os ímpios (5-6) e acolhe os retos (7)

Salmo 12             Pedido de Ajuda ao Encarar o Mundo Cheio de Homens  Perversos

1-2          Socorro! Não há homens bons!

3-4          Aja! Corte as línguas falsas. O versículo 4 mostra a confiança do ímpio na mentira, até achando que tudo pode se resolver pelo “jeito” de falar

  • Deus se levanta para salvar o oprimido
  • As palavras de Deus são puras – em contraste com as dos perversos
  • Deus protege os fiéis
  • Os perversos dominam enquanto os homens exaltam a sua maldade

Salmo 13              Questionamento com Confiança em Deus

1-2          O questionamento: Até quando? Da mesma maneira que perguntou “por que” no Salmo 10, aqui Davi expressa a dificuldade do homem compreender os atos de Deus, especialmente quando não vê as respostas de Deus às suas orações. A pergunta “até quando” aparece mais de 50 vezes na Bíblia. Na maioria dos casos, é dirigida aos homens, freqüentemente chamando-os ao

arrependimento. Algumas vezes, especialmente em livros como Salmos, Habacuque e Apocalipse, esta pergunta é feita a Deus, normalmente questionando a demora na aplicação da justiça divina

3-4          O pedido: Davi pede compreensão, proteção e força para resistir ao mal

5-6          A resolução: Confiar, regozijar, cantar e lembrar do bem que Deus tem feito.

Quando nós questionamos a “demora” em receber o que pedimos em oração, devemos mostrar a mesma atitude que Davi manifestou aqui. Mesmo não entendendo o que Deus faz, devemos continuar orando, pedindo que ele nos ajude. E, acima de tudo, devem os louvá-lo pelas coisas já feitas para o nosso bem

Salmo 14             A Insensatez da Incredulidade

1              Negar a existência de Deus é um a decisão insensata que leva a prática de coisas inconvenientes

2-3          Deus olha do céu, procurando pessoas que o buscam, mas todas se desviam (veja Romanos 3:10-14,23)

  • Será que os pecadores não entendem que a sua maldade terá conseqüências?
  • Deus abençoa os justos, não os obreiros de iniqüidade
  • Os homens podem zombar dos humildes, mas é Deus que os protege
  • Davi fala do seu desejo, até da sua ansiedade, de ver a salvação que vem de Deus

 

Perguntas

Responda às seguintes perguntas sobre Salmos 7 – 14.

Salmo 7

  1. O julgamento de Deus se baseia som ente nos atos visíveis dos homens?
  2. Quem faz a sepultura do perverso?

Salmo 8

  1. O Deus magnífico deu honra para quem?

Salmo 9

  1. Resuma a mensagem deste Salmo, que é também o tema dos outros Salmos desta lição.
  2. Qual palavra nos versículos 19 e 20 destaca a grande diferença entre Deus e os homens?

Salmo 10

  1. Qual atitude é necessária para o homem questionar os atos de Deus?
  2. Qual o problema principal de pessoas que não acreditam em Deus?

Salmo 11

  1. Por que Davi recusou fugir para o monte?

Salmo 12

  1. Qual a diferença, conforme este Salmo, entre as palavras dos ímpios e as palavras de Deus?
  2. Enquanto os homens exaltam a malícia, o que continuará na terra?

Salmo 13

  1. É possível louvar a Deus e ser gratos a ele mesmo quando não vemos respostas às nossas orações? Explique a sua

Salmo 14

  1. Aqui, como em Romanos 1:20-32, o autor liga a incredulidade a que tipo de procedimento?
  2. Seria possível alguém negar a existência de Deus por não gostar das limitações postas por ele em nossas vidas?

 

DOWNLOAD

Sobre o autor

Hélio Clemente

Meu nome é Helio Clemente: Tenho 72 anos, sou engenheiro, brasileiro, divorciado, graduado pela USP em 1967. Não defendo ou divulgo nenhuma denominação em particular, cristianismo é somente o evangelho, e o evangelho é toda a Escritura, desde o Gênesis até o Apocalipse.

comente

Clique aqui para enviar um comentário