Aviso

Somos um site cristão, em conformidade com os padrões reformados, não concordamos obrigatoriamente com as opiniões emitidas nos livros postados, todavia, sabemos que um cristianismo saudável somente pode ser exercido através do conhecimento. Desta forma, sigamos o conselho do apóstolo: “Julgai todas as coisas, retende o que é bom”. Louvado seja Deus!

ESTATÍSTICAS

vivendopelapalavra.com
Na internet desde Outubro/2011
Total de visitas até setembro de 2018:
1.031.328
Total de páginas visitadas até setembro 2018:
2.632.612

Mais Baixados

Escritura

Suficiência da Escritura – K. Baker (Monergismo)

A Suficiência da Escritura
Kyle Baker
Tradução: Felipe Sabino de AraújoNeto / felipe@monergismo.com
O ponto de partida para buscar a Deus e entender a nós mesmos deve ser a Palavra de Deus, a Bíblia.
2Tm. 3:16-17: “Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra”.
A primeira declaração de Paulo aqui é extremamente importante: a Escritura é inspirada por Deus. A frase “inspirada por Deus” significa literalmente “soprada por Deus”. Temos disponível na Bíblia a verdadeira Palavra de Deus, como se ele estivesse falando audivelmente essas mesmas palavras. Antes de avaliar nossas crenças a respeito de Deus, deveríamos primeiro avaliar nossas crenças com respeito a essa declaração de Paulo. Se cremos verdadeiramente que a Bíblia é a Palavra de Deus, então devemos crer que tudo encontrado nela é verdadeiro. Deveríamos ser também estimulados a aprender tudo que está na Bíblia, assim como ficaríamos se sentássemos diante de Deus e ouvíssemo-lo falar.

LEIA EM PDF

Sobre o autor

Hélio Clemente

Meu nome é Helio Clemente: Tenho 72 anos, sou engenheiro, brasileiro, divorciado, graduado pela USP em 1967. Não defendo ou divulgo nenhuma denominação em particular, cristianismo é somente o evangelho, e o evangelho é toda a Escritura, desde o Gênesis até o Apocalipse.

comente

Clique aqui para enviar um comentário