Aviso

Somos um site cristão, em conformidade com os padrões reformados, não concordamos obrigatoriamente com as opiniões emitidas nos livros postados, todavia, sabemos que um cristianismo saudável somente pode ser exercido através do conhecimento. Desta forma, sigamos o conselho do apóstolo: “Julgai todas as coisas, retende o que é bom”. Louvado seja Deus!

ESTATÍSTICAS

vivendopelapalavra.com
Na internet desde Outubro/2011
Total de visitas até maio de 2018:
1.017.097
Total de páginas visitadas até maio 2018:
2.599.997

Mais Baixados

Spurgeon / Ryle

UM DESEJO DE ANO NOVO – SPURGEON

“Meu Deus suprirá todas as vossas necessidades segundo as suas riquezas na glória em Cristo Jesus.” (Filipenses 4:19)
Os filipenses tinham enviado ofertas a Paulo em diversas ocasiões para remediar suas necessidades. Embora eles não fossem ricos, fizeram uma contribuição e a enviaram com Epafrodito, “odor perfumado, sacrifício aceito, agradável a Deus.” Paulo se sentiu muito agradecido: deu graças a Deus, mas sem esquecer-se de agradecer também aos doadores; desejava-lhes toda bênção, e foi como se lhes dissesse: “vocês supriram minhas necessidades, e meu Deus suprirá as suas. Vocês supriram de sua pobreza minha necessidade temporal de alimento e vestimenta; meu Deus suprirá tudo o que lhes falte conforme as Suas riquezas em glória.” “Mas”— disse, no versículo dezoito —“tudo recebi e tenho abundância; estou pleno,” “portanto”— acrescenta — “meu Deus suprirá tudo o que lhes falta.” Vocês me enviaram sua dádiva pelas mãos de um amado irmão, mas Deus lhes enviará um mensageiro melhor, pois Ele suprirá o que lhes falta „por meio de Cristo Jesus’. Cada uma dessas palavras ressoa como se Paulo as tivesse ponderado, e o Espírito de Deus o tivesse guiado em sua meditação para desejar aos filipenses uma bênção similar em seu mais pleno alcance, em troca do que lhe haviam enviado, mas se tratava de uma bênção de natureza mais rica e duradoura.

Icon

UM DESEJO DE ANO NOVO - SPURGEON 3 MB 1 downloads

Sermão pregado por Charles Haddon Spurgeon No...

Sobre o autor

Hélio Clemente

Meu nome é Helio Clemente: Tenho 66 anos, sou engenheiro, brasileiro, divorciado, graduado pela USP em 1967. Não defendo ou divulgo nenhuma denominação em particular, cristianismo é somente o evangelho, e o evangelho é toda a Escritura, desde o Gênesis até o Apocalipse.

comente

Clique aqui para enviar um comentário