Aviso

Somos um site cristão, em conformidade com os padrões reformados, não concordamos obrigatoriamente com as opiniões emitidas nos livros postados, todavia, sabemos que um cristianismo saudável somente pode ser exercido através do conhecimento. Desta forma, sigamos o conselho do apóstolo: “Julgai todas as coisas, retende o que é bom”. Louvado seja Deus!

ESTATÍSTICAS

vivendopelapalavra.com
Na internet desde Outubro/2011
Total de visitas até setembro de 2018:
1.031.328
Total de páginas visitadas até setembro 2018:
2.632.612

Mais Baixados

Spurgeon / Ryle

VIDA ETERNA – CHARLES HADDON SPURGEON

“E dou-lhes a vida eterna, e nunca hão de perecer, e ninguém as arrebatará da minha mão.” (João 10:28)
Alguns vão dizer que isso é uma congregação mista, e que tal Doutrina como esta não deve ser antecipada na presença de homens e mulheres ímpios. Isso mostra o quão pouco essas objetores leem a Bíblia, por isso mesmo que o texto foi falado pelo Salvador, não para os seus discípulos amorosos, mas aos seus inimigos. Leia o versículo 31 do capítulo, e você vai ver o temperamento da congregação a quem Jesus Cristo pregou sobre este assunto – ―Então os judeus pegaram pedras para apedrejá-lo novamente‖. Assim foi uma multidão indignada de fanáticos que teve isso lançado em seus rostos pelo Salvador, embora pudessem rejeitá-lo, e por causa de sua obstinação intencional poderiam perder as bênçãos da Graça Divina, no entanto essas bênçãos foram ricas e raras. Ele gostaria que eles soubessem que o que eles perderam foi indescritivelmente precioso, e que a sua mensagem não devia ser desprezado sem grande prejuízo para suas almas. Assim, se há uma multidão mista aqui – e eu temo que a alegação é verdadeira, de que há muitos aqui que não podem compreender a preciosidade das coisas de Deus – ainda assim, pela mesma razão que levou o Salvador pregar esta Doutrina à ímpios de seus dias, vamos fazer o mesmo agora, para que possam saber o que é que eles perdem por perder a Cristo, e que coisas confortadoras são as que eles desprezam, e quais são os tesouros inestimáveis os quais devem perder aqueles que procuram pelos os tesouros deste mundo, e deixam o seu Deus, o seu Salvador ir.

Sobre o autor

Hélio Clemente

Meu nome é Helio Clemente: Tenho 72 anos, sou engenheiro, brasileiro, divorciado, graduado pela USP em 1967. Não defendo ou divulgo nenhuma denominação em particular, cristianismo é somente o evangelho, e o evangelho é toda a Escritura, desde o Gênesis até o Apocalipse.

comente

Clique aqui para enviar um comentário